Após reunião, Obama diz que fará tudo que puder para ajudar Trump

Os dois, que se criticaram durante a campanha eleitoral americana, encontraram-se pela primeira vez, desde a vitória do republicano há dois dias

"Respeito Obama e irei buscar por conselhos", afirmou o bilionário eleito  

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, recebeu o presidente eleito do país, Donald Trump, para discutir sobre a sucessão presidencial. Os dois se reuniram durante 90 minutos na Casa Branca nesta quinta-feira (10) e, em uma coletiva de imprensa realizada após a reunião, disseram que foi um encontro "excelente".
Trump, que concorreu pelo Partido Republicano, afirmou que uma série de assuntos foi discutida durante a reunião com o democrata Barack Obama, incluindo alguns "alguns difíceis". "Agora vamos querer fazer tudo o que pudermos para ajudá-lo a ter sucesso, porque, se você conseguir, o país terá sucesso", disse Obama a Trump durante a coletiva.
Os dois, que se criticaram durante a campanha eleitoral americana, encontraram-se pela primeira vez desde a vitória do republicano há dois dias. Durante as eleições, Obama afirmou que Trump seria incapaz de ser presidente dos EUA. No entanto, a animosidade ficou de lado durante a reunião. "Respeito Obama e irei buscar por conselhos", afirmou o bilionário.
Durante o encontro, a atual primeira-dama dos EUA, Michelle Obama, conversou com a futura primeira-dama do país, Melania Trump.
Após a reunião com Obama, Trump irá se reunir com o presidente da Câmara, Paul Ryan, e com o líder republicano no Senado, Mitch McConnell.
Fonte: Associated Press