Três militares do Exército são presos assaltando em Ceilândia no DF

Os homens trabalham na segurança da Presidência da República. Com eles, foram apreendidas três pistolas, munições e seis celulares roubados

Correio Braziliense

Um trio foi preso em Ceilândia, na noite desta terça-feira (30/9), com três pistolas de uso restrito das Forças Armadas, seis celulares roubados, seis carregadores com 15 munições cada, um colete à prova de bala e distintivos da Polícia Civil do Distrito Federal. Os suspeitos são militares do Exército Brasileiro, lotados no Gabinete de Segurança Institucional (GSI), responsável pela segurança da Presidência da República.

De acordo com informações preliminares da Polícia Militar, os três estavam praticando roubos na região em um Ford/Fiesta. Seis vítimas e uma testemunha reconheceram os homens como sendo autores dos roubos. Eles estavam de serviço e abandonaram o local de trabalho para praticar os crimes. A corporação divulgou, ainda, que os três são responsáveis por praticar diversos assaltos em Valparaíso e Cidade Ocidental, municípios goianos.  O caso está sendo investigado pela 23ª Delegacia de Polícia (P Sul).