Novos radares voltam a operar nas rodovias estaduais de Minas a partir desta terça

Serão implantados 393 equipamentos fixos nas rodovias mineiras, o que representa
um aumento de 63,7% em relação ao número de aparelhos existentes até 2014, segundo o Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG). 

Hoje em Dia

Outros treze equipamentos móveis também vão ser instalados conforme informou o DER. O investimento é de R$ 77,69 milhões no contrato dos radares pelo período de 30 meses. 
Os radares voltam a operar gradativamente a partir desta terça feira (11). De forma educativa, os primeiros já estavam funcionando desde o dia 3 de outubro com o limite de velocidade permitido nas vias estaduais, que é de 60 km/h. A MG-030, em Nova Lima, MG-133, em Tabuleiro e MG-447, em Ubá foram as primeiras a receber os novos equipamentos.
Os radares foram desligados nas rodovias estaduais em novembro de 2014, devido ao encerramento do contrato anterior. O DER/MG abriu processo licitatório em outubro do mesmo ano, mas o procedimento foi suspenso no mês seguinte em função dos questionamentos do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MG). Após adequações no edital, o processo licitatório foi concluído em 9 de setembro deste ano, com a assinatura do contrato por 30 meses, podendo ser prorrogado por igual período.
De acordo com DER, 30% dos equipamentos contêm LAP (Leitor Automático de Placas) e podem agilizar a verificação da situação dos veículos, identificando casos de roubos e clonagens de placas. Mas a principal recomendação feita pelo DER/MG é para que, independentemente da presença de radares nas estradas estaduais, os motoristas respeitem a sinalização e os limites de velocidade específicos para cada trecho das rodovias.