Mulher leva mordida na bochecha ao tentar evitar roubo de celular em BH

Viatura da polícia passava pelo local e avistou dois suspeitos caídos ao solo; um adolescente de 17 anos e um rapaz de 21 que usava tornozeleira eletrônica foram detidos

O Tempo

Mulher ficou com ferimento na bochecha após ser mordida por um dos assaltantes

Ao tentar evitar que seu telefone celular fosse roubado por dois rapazes, uma mulher de 54 anos ficou ferida ao levar uma mordida na maçã do rosto de um dos suspeitos, nesta sexta-feira (21), no bairro Santa Lúcia, na região Centro-Sul de Belo Horizonte. 
Era por volta das 14h30 quando a vítima caminhava pelo local conhecido como Bosque dos Colibris, que liga o parque da Barragem Santa Lúcia à avenida Engenheiro Zoroastro Torres, e foi abordada por um jovem em uma bicicleta. Conforme o registro da Polícia Militar (PM), ele pedia o seu celular, porém, a mulher resistiu, segurando o aparelho e começando a gritar por socorro. 
Neste momento o segundo suspeito teria aparecido e segurado a mulher pela cabeça. Como ela ainda resistia, acabou caindo no chão juntamente com os suspeitos, momento em que um deles deu uma mordida em sua bochecha. 
Enquanto vítima e assaltantes lutavam caídos no chão, uma viatura da PM que fazia uma operação no Aglomerado Santa Lúcia ouviu os gritos e chegou ao local. Assim que notaram a chegada dos policiais, os suspeitos acabaram conseguindo pegar o celular da mulher e saíram correndo, um deles inclusive usando a bicicleta na fuga. 
Entretando, a dupla acabou abordada, sendo que um adolescente 17 anos foi apreendido e um rapaz de 21, que utilizava uma tornozeleira eletrônica durante o roubo, acabou preso em flagrante pelo roubo. O celular da mulher ainda foi recuperado pelos militares. Como os suspeitos tentavam fugir, foi necessário o uso de algemas até a chegada na delegacia. 
Ferimento
Assim que conseguiu se levantar do chão, a mulher contou aos militares que havia sido mordida pelo suspeito maior de idade. Além disso, na queda durante a luta com os assaltantes ela sofreu escoriações no cotovelo e no braço. 
Ela foi socorrida ao Posto de Saúde da Barragem Santa Lúcia, que fica próximo do ponto do roubo, recebeu os primeiro socorros e foi liberada em seguida.