"Mato Grosso do Sul" Amigos de presídio’ acabam presos depois de vários roubos de camionetes

Usavam dinheiro para comprar drogas e bebidas

Depois de vários roubos a camionetes em Campo Grande, uma quadrilha composta por cinco pessoas acabou presa pela Defurv (Delegacia Especializada na Repressão dos Crimes de Roubos e Furtos). Três dos autores estavam foragidos da Gameleira.
Foram presos Erivaldo Medina Paniago, de 32 anos, o ‘Bambino’, apontado como o cabeça da quadrilha, Juliano da Silva Queiroz, de 34 anos, o ‘Juba’, apontado como o mais violento, Iago Romão de Almeida, de 23 anos, conhecido como ‘Neguinho' ou 'Chipa’, Alexandre Roak da Solva, de 26 anos, o ‘Kakinho’ e Kaye Fernando Araújo Nakayama, de 23 anos, o ‘Magrelo’.
Segundo o delegado Gustavo Ferraris, da Defurv, Iago, Juliano e Erivaldo se conheceram no presídio da Gameleira e lá fizeram amizade. Eles fugiram entre o dia 31 de agosto e 6 de setembro, quando começaram a praticar uma série de assaltos. Um dos roubos cometidos pela quadrilha aconteceu no dia 24 de setembro, quando os autores que estavam em dois carros, avistaram um casal em uma camionete e passaram a seguir as vítimas.
Quando a mulher desceu para abrir o portão, os autores renderam o casal, os amarrando e levando vários objetos da casa, além da camionete das vítimas, que foi vendida no Paraguai. Eles não informaram com certeza o valor, mas de acordo com o delegado Gustavo Ferraris, o carro teria sido vendido por valores entre R$ 8 e R$ 10 mil. “Eles usavam o dinheiro para comprar drogas, bebidas. Para a diversão”, explica Ferraris.
Juliano, considerado o mais violento, teria golpeado as vítimas com um martelo durante o assalto. No dia 26 de setembro, a quadrilha teria praticado outro roubo levando uma camionete S-10 e uma arma de fogo que estava no veículo.
Já no dia 2 de outubro, eles teriam invadido uma igreja, no Jardim Jacy, e roubado uma camionete Hilux de um dos fiéis. Na fuga acabaram presos pelo Batalhão de Choque quando se preparavam para levar a Hilux para o Paraguai. Foram presos, Alexandre, Juliano e Kaye, e através do trio a polícia conseguiu chegar até Iago.


No dia 6 de outubro durante um roubo em uma residência, na Vila Vilas Boas, foi preso Erivaldo, que seria o mandante da quadrilha. Com ele foram encontrados três armas de fogo, pistolas e revólveres. Os membros da quadrilha tiveram a prisão preventiva decretada e vão responder por roubo qualificado pelo emprego de arma, concurso de pessoas, restrição de liberdade da vítima e associação criminosa.
Alexandre, Kaye, Juliano e Iago estão detidos no Instituto Penal, já Erivaldo está no Presídio de Segurança Máxima. Segundo a polícia, Juliano, Alexandre e Iago participaram também do assalto a uma pizzaria pouco tempo após fugirem do presídio da Gameleira. Eles foram reconhecidos a partir das imagens das câmeras de segurança e o caso é investigado pela Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos).

Fonte: MidiaMax