Homem morre soterrado em estacionamento de hipermercado

Vítima trabalhava em uma obra de canalização, quando o barranco cedeu e o atingiu

O Tempo

Barranco cedeu e encobriu trabalhador

Um homem morreu ao ser soterrado por um barranco, na manhã desta sexta-feira (7), enquanto trabalhava em uma obra no estacionamento de um hipermercado, no bairro Ouro Preto, na região da Pampulha, em Belo Horizonte.
De acordo com o Corpo de Bombeiros, Everton Santos Flores, 33 trabalhava em uma obra de canalização - alargamento da rede de esgoto - da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), quando o barranco cedeu e o atingiu. O acidente de trabalho foi na avenida Presidente Carlos Luz.
Cinco viaturas da corporação e uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) estão no local. Os militares realizam o escoramento do barranco, que oferece risco e, depois, será realizada a retirada do corpo.
A Copasa informou à reportagem de O TEMPO que a obra não é da companhia e nem de empresas terceirizadas, ligadas a ela.