Homem assassina ex-namorada por 'não aguentar a dor do amor'

Suspeito ainda tentou se matar com um tiro na cabeça; atirador escreveu carta se despedindo da mãe

O Tempo

Uma mulher de 26 anos foi assassinada a tiros pelo ex-namorado em São Sebastião do Paraíso, no Sul de Minas, nesse domingo (23). Depois de atirar contra a vítima, o homem, que escreveu uma carta afirmando que "não aguentava mais a dor do amor", tentou se matar.
Após participar de um culto com amigas, Flávia Gomes caminhava pela avenida Doutor Delfim Moreira para pegar um mototáxi. Em um certo ponto da via, ela se separou das outras mulheres e, nesse momento,  foi abordada pelo suspeito de 32 anos. Conforme o boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar, populares ouviram uma breve discussão e, logo depois, o homem efetuou os disparos.
A jovem foi baleada no tórax e no pescoço. Em seguida, ele efetuou um disparo contra a própria cabeça. O ex-casal foi levado para a Santa Casa da cidade, mas Flávia morreu no mesmo dia. Segundo a unidade de atendimento, o estado de saúde do homem é gravíssimo.
Os dois tiveram um relacionamento amoroso por dois anos, e estavam separados há um. Inconformado com o fim do namoro, o suspeito passou a perseguir a ex-namorada. Por várias vezes, chegou a mandar mensagens ameaçadoras. Nos últimos meses, o pai da jovem passou a buscá-la no trabalho com medo do que o ex-genro pudesse fazer com a filha.
Caso sobreviva, o criminoso pode responder por feminicídio, crime com pena mínima de 12 de reclusão.