De bicicleta e com cartaz, jovem percorre a cidade pedindo emprego em Itaúna/MG

"Preciso trabalhar urgente", informava a placa, que circulou apenas um dia e já rendeu duas entrevistas de trabalho

O Tempo

Iniciativa de rapaz de 21 anos foi elogiada na cidade

Um mês sem conseguir trabalhar, o belo-horizontino Radly Lourenço da Silva, 21, resolveu sair pelas ruas de Itaúna, na região Centro-Oeste de Minas Gerais, onde mora há dois anos, procurando por emprego de uma forma inusitada. Em uma bicicleta, ele circulou essa terça-feira (4) com um cartaz, que dizia: "preciso trabalhar urgente (37) 99927-0332".
Um morador da cidade que viu Silva, na avenida Jove Soares, no centro, tirou uma foto, que repercutiu pelo aplicativo de mensagens instantâneas, WhatsApp, viralizou no Facebook, e virou assunto na cidade. "Esse aí é um exemplo de pessoa esforçada", avaliou um rapaz natural da cidade.

 

 Depois de ficar quatro meses desempregado, Silva conseguiu trabalhar em uma obra. Mas quando ela acabou, ficou novamente sem ocupação. "Teve um homem em BH que fez isso e aí a minha sogra viu no jornal e me falou. Eu falei com a minha mulher e ela fez o cartaz", lembrou.
Nesta quarta-feira (5), Silva já tem duas entrevistas de trabalho agendadas. Ao todo, ele recebeu ligações de dez empresas. "Algumas pediram para eu mandar o currículo. Falaram que não têm vaga em aberto, mas iriam me ajudar de alguma forma", afirmou contente.
Silva tem experiência com atividades nas áreas de mecânica, jardinagem, pintura e marcenaria. Muito elogiado pela iniciativa, ele não tinha esperança de que a ideia do cartaz daria certo, mas agora comemora com a mulher e a enteada de 11 anos.
Na capital, iniciativa também foi positiva
No fim de setembro, o motorista Evandro Ferreira Alves, de 53 anos, resolveu peregrinar pelas principais avenidas e ruas de Belo Horizonte para anunciar sua procura por uma nova oportunidade no mercado de trabalho.
Há um mês ele transitava em algumas das vias mais movimentadas da capital mostrando uma faixa pintada com os seguintes dizeres: “Procura-se. Emprego de motorista. CNH AD. Longa experiência com ônibus”. A mensagem ainda informava o telefone do profissional.

  Uma pessoa que passava pela avenida Raja Gabaglia registrou o momento em que Alves exibia o cartaz aos pedestres e condutores. A foto foi publicada nas redes sociais e, em poucas horas, o motorista recebeu diversas mensagens de apoio, além de indicações de empresas que poderiam contratá-lo.