Oito títulos da Copa do Brasil em campo. Este foi o principal ingrediente do duelo entre Cruzeiro e Grêmio, disputado na noite desta quarta-feira (26), no Mineirão. 

Hoje em Dia
 
A importância do confronto, válido pela semifinal do torneio nacional, era tão grande, que resultou também no recorde de público da Raposa no ano: mais de 53 mil pessoas.
Nem isso foi suficiente para ajudar o Cruzeiro. Mais consciente e organizado em campo, o Grêmio deu show, venceu por 2 a 0, gols de Luan e Douglas, e conseguiu vantagem imensa para o jogo da volta em Porto Alegre.
O jogo
Antes de a bola rola no Mineirão, uma notícia nada boa para os cruzeirenses. O volante Henrique, autor do gol da vitória celeste sobre os gaúchos no Brasileirão, sentiu dores musculares e acabou cortado por Mano Menezes. Com isso, Denilson foi acionado.
Após o apito, a Raposa inflamou as cadeiras do estádio e foi para cima. Dona do jogos nos primeiros minutos e pecando nas finalizações, o time mineiro acabou punido. Aos 19 minutos, após um belo chute que encobriu o goleiro Rafael, Luan colocou os visitantes na frente do placar.
Campeão olímpico com a Seleção Brasileira, o camisa 7 acabou com um jejum de 12 jogos sem balançar as redes.
Acusando o golpe, os donos da casa acabaram envolvidos nos minutos seguintes e, desnorteados, foram envolvidos pelo time de Porto Alegre. Priorizando o toque e a posse de bola, o Grêmio segurou o placar e foi para o vestiário com a vantagem no placar.
Segundo tempo
Pressionado e precisando vencer, o Cruzeiro voltou diferente para os 45 minutos finais. Mal na partida, o lateral-direito Lucas acabou substituído pelo atacante Alisson.
Dando mais volume ao time, o jovem prata-da-casa contribuiu e muito nas jogadas ofensivas. Acuando o time gremista, os cruzeirenses dominaram os primeiros minutos da segunda etapa. Pura ilusão.
Aproveitando um contra-ataque rápido, após passe errado do zagueiro Léo, o time comandado pelo auxiliar de Renato Gaúcho (suspeso), Alexandre Mendes, não desperdiçou a oportunidade e com o experiente Douglas fez 2 a 0. A ducha de água fria nos mineiros foi aos 17 minutos.
Daí em diante, os comandos de Menezes, perdidos em campo, tentaram diminuir o prejuízo. Com jogadas alçadas na área, buscando o argentino Ramón Ábila, o time celeste demonstrou pouca tranquilidade com o revés.
Final de jogo, Grêmio 2 a 0. As duas equipes voltam a se enfrentar dia 02 de novembro, na casa dos tricolores.
FICHA DO JOGO
Cruzeiro 0 x 2 Grêmio
CRUZEIRO - Rafael; Lucas (Alison), Leo, Bruno Rodrigo e Edimar; Denílson (Alex), Romero, Robinho, Arrascaeta e Sóbis (Willian); Ramón Ábila.
Técnico: Mano Menezes.

GRÊMIO - Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon (Jaílson), Ramiro, Douglas e Pedro Rocha (Everton); Luan.
Técnico: Renato Portaluppi.

GOLS:  Luan, aos 19 minutos do primeiro tempo e Douglas, aos 17 minutos do segundo tempo
CARTÃO AMARELO: Kannemann (Grêmio)
ARBITRAGEM: Pericles Bassols (FIFA/PE), auxiliados por Nadine Câmara (FIFA/SC) e Kleber Gil (FIFA/SC)

PÚBLICO: 53.452 presentes
RENDA: não divulgada