Artista procura material para árvore de natal e acha lacres do Detran

A Polícia Civil acredita que o material do Estado do Pará seja clonado; a empresa fabricante será investigada

O Tempo

Artista procura material para árvore de natal e acha lacres do Detran

Um artista plástico encontrou 11 mil e 400 lacres para emplacamentos de veículos de uso exclusivo do Detran do Estado do Pará descartados dentro de uma caçamba localizada em Contagem, cidade da Grande BH. O material seria usado pelo mineiro na confecção de uma árvore de natal, contudo, um amigo o alertou que era melhor procurar as autoridades competentes.
A Polícia Civil de Minas Gerais esclareceu durante a apresentação realizada nesta quarta-feira (26) que, à princípio, acreditava que os lacres poderiam ter sido desviados. Porém, ao fazer os primeiros levantamentos com o Detran do Pará a polícia descartou essa possibilidade, já que existem lacres originais utilizados no Estado.
Agora, a Polícia Civil trabalha com a hipótese de que esses lacres sejam dublês dos que estão sendo utilizados no outro Estado. Segundo informou o delegado Cláudio Freitas Utsch Moreira, a fábrica que produz os lacres será investigada.
Segundo o coordenador de segurança e inteligência do Detran-PA, major Glauco Pereira de Medeiros, o Detran-PA também está apurando o caso. Uma investigação foi iniciada para verificar se a numeração dos lacres que estão em Minas batem com os que estão no Pará.
O trabalho está sendo feito em parceria com a Policia Civil de Minas Gerais. Dos 17 números de lacres verificados, dez estão em placas no interior do Pará, o que prova que pelo menos essa quantidade de lacres foi clonada. Outros cinco não foram identificados e dois estão em estoque.
Os 11.400 lacres encontrados envelopado foram enviados para perícia no Instituto de Criminalística da Polícia Civil de Minas Gerais e, posteriormente, serão restituídos para o Detran-PA.

Saiba mais
Conforme informou o Dentran-MG, desde 2007, com o objetivo de coibir adulterações de veículos, tenta inserir o número do lacre da placa no campo de observação do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV).

Atualmente a inserção do número do lacre é analisada pelo grupo de estudos do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam), junto ao Conselho Nacional de Trânsito. A previsão é que a informação conste no novo modelo de CRLV que deve começar a ser utilizado em 2017.

O coordenador de operações policiais do Detran-MG, acredita que o número do lacre no campo de observação do CRLV promoverá mais segurança e dificultará a adulteração dos veículos.