Aluguel cai em Minas e hora é boa para inquilino negociar

Em setembro, metro quadrado desvalorizou 6,8% ante o mesmo mês de 2015

O Tempo

Dificuldade. Tempo médio para proprietário conseguir alugar imóveis também aumentou na cidade

O mercado de locação de imóveis está favorável para o consumidor. Em Belo Horizonte, o preço médio nominal – que não considera a inflação do período – do metro quadrado caiu 6,8% em setembro frente o mesmo mês de 2015, chegando a R$ 16,00/m², contra R$ 17,17 em igual período do ano anterior. É o valor mais baixo em dois anos, segundo levantamento do VivaReal, plataforma digital que conecta imobiliárias, incorporadoras e corretores com consumidores que buscam um imóvel.
Para a head de inteligência de mercado do portal Viva Real, Aline Borbalan, os preços para locação têm relação com o mercado de vendas. “Se o financiamento fica mais fácil, aumenta a procura pela aquisição do imóvel. Assim, o interesse pela locação reduz e, logo, também os preços”, analisa ela.
Na última sexta-feira, dia 21, a assessora de imprensa Fernanda de Paula mudou-se para o novo apartamento. Ela conta que começou a procurar o imóvel em agosto. “Olhei muito pela internet. Por volta da metade do mês de setembro, consegui o imóvel que me atendia em preço e localização”, diz.
Fernanda ressalta que, diferente de 2014, ano do contrato anterior, em 2016 está mais fácil negociar o valor cobrado. “Todas as imobiliárias para que liguei aceitaram negociar de imediato. Afinal, tem muito imóvel disponível no mercado”, observa.
Oferta alta. Para o dono da imobiliária Imov, Ivan Bomtempo, o motivo do recuo é a grande oferta. “É aquela máxima da economia: é o jogo da oferta e demanda que define o preço”, observa Bomtempo.
Com a oferta em alta, o tempo para o proprietário conseguir alugar um imóvel aumentou em 2016. A média é de quatro a cinco meses, enquanto, em 2015, estava na casa de dois a três meses. “Isso mesmo abaixando os preços”, diz ele.[ ] De acordo com Bomtempo, o valor do aluguel caiu, em média, 30%.
Já o diretor de locação da Casa Mineira Imóveis, Daniel Araújo, afirma que o cenário é de estabilidade dos preços para locação de imóveis residenciais. “Isso sem contar a inflação. Se a consideramos, aí será de queda”, ressalta ele.
O diretor de locação ainda aponta que a oferta de imóveis para locação está no mesmo patamar de 2015. “São muitos imóveis disponíveis no mercado”, explica Araújo.


Na capital

Preço está abaixo da média nacional

O preço médio da locação de imóveis residenciais em Belo Horizonte, R$ 16/m², está bem abaixo da média nacional, que foi de R$ 24,19/m² em setembro, conforme levantamento da VivaReal.
Entre as capitais, a mais cara é São Paulo, com 35,24/m². Em seguida vem o Rio de Janeiro, com média de 33,78/m².
O diretor de locação da Casa Mineira Imóveis, Daniel Araújo, afirma que é possível locar um imóvel residencial no prazo de dois a três meses. “Isso se os preços estiverem condizentes com a realidade do mercado”, afirma ele.
E, para agilizar a locação, Araújo conta que a empresa implementou o sistema digital para assinatura de contratos de aluguéis.
Segundo o diretor, o processo reduz o número de documentos necessários e permite o envio por e-mail, whatsApp e outros canais, propiciando ainda a assinatura digital para fechamento do negócio. “O processo anterior chegava a durar por volta de uma semana para ser assinado com um custo de até R$250, com gastos com reconhecimento de firma em cartório e correios. Hoje, não chega a duas horas, em média, e sem qualquer custo para inquilino ou proprietário”, conta. (JG)