Acerto emocional e vantagem na semi, as metas de Mano diante do Grêmio

Treinador celeste pede para atletas não perderem a razão e reconhece necessidade de vitória e vantagem no duelo

O Tempo

Tão importante quanto os treinos são as conversas, orientações e estratégias motivacionais no dia a dia da Toca II, visando ao duelo desta quarta-feira, contra o Grêmio, às 21h45, no Mineirão, pelas semifinais da Copa do Brasil. Por isso, o técnico Mano Menezes procura manter um diálogo aberto e incisivo com seus comandados até os minutos que antecedem o tão esperado confronto que vale vaga na decisão do torneio.
“O que procuro passar nas últimas horas são boas orientações. Não tenho dúvidas do comportamento da equipe. Que o jogador não perca a razão do raciocínio para a tomada da decisão”, ressaltou o comandante.
Mano está ciente o quanto o fator emocional faz diferença neste tipo de jogo. “Todo mundo no futebol de alto nível precisa de comprometimento. É a hora da decisão, não pensar muito lá na frente, agora é hora de superação. Todos estão envolvidos neste sentimento para o Cruzeiro estar forte e chegar à final”, afirmou.
O treinador espera que a equipe alcance um triunfo. Como a vitória vier, é lucro. “Questão de prioridade. A primeira é ter uma vantagem. A segunda, uma vantagem maior. A terceira, uma vantagem sem sofrer gols em casa. Não podemos inverter a ordem das coisas, ganhar é muito importante. Mas tem diferenciação nas vitórias. Tenho certeza que se nos comportarmos bem aqui iremos nos comportar bem lá”, comentou.