"SETE DIAS SUMIDO" Polícia conclui que jovem 'desaparecido' viajou por espontânea vontade

Filho do proprietário da rede de lanchonetes "Delta Burguer" completou 18 anos recentemente e deu susto ao embarcar para São Paulo sem comunicar familiares

O Tempo

Jovem era considerado desaparecido desde o dia 29 de agosto, última vez que foi visto pelo pai

As investigações da Polícia Civil concluíram nesta segunda-feira (5), que o jovem Vitor Sanches Silva, 18, considerado desaparecido desde a última segunda (29), resolveu viajar por livre e espontânea vontade, sem comunicar a família. Imagens das câmeras da rodoviária de Belo Horizonte registraram o garoto embarcando sozinho para São Paulo. Segundo relatos de amigos, ele planejou seguir da capital paulista para o Uruguai “com o intuito de viver uma aventura”.
De acordo com a Polícia Civil, os vídeos mostram que Vitor estava tranquilo e registrava pelo celular o momento do embarque como se quisesse “documentar o início da jornada”. Ainda segundo o órgão, as investigações serão encerradas já que o garoto atingiu a maioridade e tem a condição legal de plena capacidade de ação.
O pai do jovem, o empresário Volmir José Silva, proprietário da “Delta Burguer”, viu o filho pela última vez no dia 29, por volta das 16h, no bairro Padre Eustáquio, onde moram. “Ele saiu bem arrumado e apenas com a carteira de identidade”, disse.
No dia 30, a Polícia Civil registrou uma ocorrência sobre o desaparecimento e iniciou as investigações. Amigos disseram à corporação que o jovem esperou completar 18 anos para colocar em prática os planos de viajar sozinho.
“Vítor, aparentemente, não estava com nenhum problema. No sábado antes do desaparecimento fizemos uma festa para comemorar seus 18 anos. Estava tudo normal", relembra o pai que, agora, pretende ir a São Paulo procurar pelo filho. "Agora é esperar, talvez, com essa repercussão, ele resolva dar notícias".