Primavera começa nesta quinta, com ondas de frio previstas até outubro

Estação é caracterizada por maior risco de alergias; veja dicas de médica.
Primavera dará lugar ao verão no dia 21 de dezembro.

(Fotos de Rafael Júnior Souza/Praça dos Expedicionários Itapecerica/MG)

Começa nesta quinta-feira (22), às 11h21, a primavera no Hemisfério Sul. Depois de um inverno típico, com temperaturas mais baixas principalmente no Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil, os próximos meses devem ser caracterizados por aumento gradual da temperatura nessas três regiões, segundo informações do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC/INPE).

Apesar do aumento da temperatura, estão previstas frentes frias provocadas pela entrada de massas intensas de ar frio pelo centro-sul do país, o que deve fazer a temperatura cair bruscamente, levando a dias de primavera com cara de inverno.
Segundo a meteorologista Fabiene Casamento, da Somar Meteorologia, as ondas de frio devem chegar ao Sul e ao Sudeste, até o sul de Minas Gerais. “Até o mês de outubro, teremos ondas de frio que vão perdendo a intensidade conforme avança a primavera.”
O CPTEC/INPE destaca também a ocorrência de temperaturas máximas muito elevadas na região central do país devido à maior frequência de dias com céu claro nesta estação. Já as regiões Norte e Nordeste não devem ter grande variação de temperatura ao longo do ano.
As temperaturas do Pacífico Equatorial no momento indicam que está havendo uma transição para um episódio fraco de La Niña, que é o resfriamento das águas do Pacífico.

Chuvas
A previsão para o Sul é ter chuvas abaixo da média para a época, segundo a meteorologista.
Já no Sudeste, a quantidade de chuva deve estar dentro do esperado para a estação, mas com distribuição irregular, com mais chuvas nas primeiras semanas de outubro e tornando-se mais regulares no período final da primavera.

No Centro-oeste, a expectativa é ter chuvas acima do esperado para a época, diferentemente da última estação, quando o Mato Grosso sofreu com estiagem.
Norte e Nordeste apresentam uma maior probabilidade de terem menos chuva do que a média, com exceção de Pará, Tocantins, Maranhão, Piaui, Bahia e regiões litorâneas.
A primavera dará lugar ao verão no dia 21 de dezembro.
Aumento de alergias
Por ser uma época de polinização das plantas, a primavera é um período de aumento de casos de alergia ao pólen. Segundo a alergista Ariana Yang, esse tipo de alergia provoca sintomas principalmente nos olhos e nariz, como coceira, ardência nos olhos e nariz escorrendo.