PCMG desarticula grupo que cometia sequestros-relâmpagos em Minas


Coletiva de imprensa


A Polícia Civil desarticulou, na quinta-feira (22), uma organização criminosa que atuava com roubos de veículos na modalidade sequestro-relâmpago, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A quadrilha é suspeita de cerca de dez roubos nos últimos 15 dias.
                                                                            Divulgação PCMG

Material apreendido


Segundo o delegado Enrique Rocha Solla, foram dois meses de investigação e 36 horas ininterruptas de operação para desmantelar a quadrilha que praticava roubos de carros e caminhões, seqüestros-relâmpagos, tráfico de drogas e armas. Os veículos roubados eram utilizados para diversas finalidades, em outros crimes, para desmanche e clonagem. 

Quatro dos investigados foram surpreendidos logo após terem roubado um carro e deixarem as vítimas trancadas em um baú de caminhão, próximo ao CEASA. Durante a abordagem, os suspeitos dispararam contra os policiais que reagiram e balearam Allan Rafael de Freitas Santos, 33 anos. Allan morreu no local.  Os policiais prenderam Charles Tavares Costa, 32 anos. Outros dois suspeitos fugiram. O carro, notebook e telefones das vítimas foram recuperados e um revólver 38 foi apreendido.


                                                                             Divulgação PCMG

Presos


Na mesma noite, em Betim, na casa de Charles, os policiais apreenderam um menor e prenderam Adnilson Alves Gomes, 40 anos, Carlos Roberto Martins Lopes, 20 anos, e Jader Alair Rodrigues Costa, 53 anos, que é suspeito de guardar as armas para o grupo.

No local, foram apreendidos rádios sintonizados na frequência da Polícia Militar, dois carros clonados, um revólver calibre 38, um revólver calibre 32, uma pistola argentina Bersa calibre 9mm com dois carregadores com capacidade para 15 e 30 munições, cerca de 400 buchas de maconha e 50 pedras de crack.

A operação terminou na manhã seguinte, em Ibirité, quando mais dois componentes da quadrilha foram presos. Com Bruno Evaristo Rodrigues, 29 anos, e Moacir Fernandes de Souza, 58 anos, foram encontrados um carro roubado, uma motocicleta, uma pistola Colt calibre .45 e uma pistola calibre 12, e porção de cocaína.