Candidatos usam amizade por votos na cidade menos populosa do Brasil

Serra da Saudade, MG, tem 959 eleitores aptos a votar em outubro.
Concorrentes ao cargo de prefeito aproveitam a relação.

Fonte: G1

Serra da Saudade tem a menor população do país, segundo o IBGE (Foto: Anna Lúcia Silva/G1)

Como é disputar uma eleição na menor cidade do Brasil? Serra da Saudade, no Centro-Oeste de Minas Gerais, tem 815 habitantes, segundo uma pesquisa divulgada na terça-feira (20) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 144 pessoas que se mudaram da cidade não transferiram o título eleitoral. Com eles, o total de eleitores aptos a votar no município chega a 959. Os dois únicos candidatos ao cargo de chefe do Executivo afirmaram ao G1 que conhecem todos os eleitores e também são amigos de todos eles. Com a possibilidade de dispensar apresentações na hora de tentar conquistar o voto, eles apostam nessas amizades para vencer nas urnas.
Alaor Machado (Foto: Alaor Machado/Arquivo pessoal) 
Alaor Machado é candidato a prefeito de Serra da
Saudade (Foto: Alaor Machado/Arquivo pessoal)
O candidato Alaor Machado (PP) tem 62 anos, é servidor público municipal e sabe o que é governar Serra da Saudade. Ele já foi prefeito da cidade por três mandatos. "Acredito que concorrer à prefeitura daqui é mais fácil, porque conheço todo mundo e todo mundo me conhece. Como sou amigo de todos, não preciso gastar tempo de campanha me apresentando", disse.
Outra tranquilidade para os candidatos a prefeito em Serra da Saudade pode ser percebida no orçamento de campanha.
O TSE limita os gastos a R$ 100 mil, mas Alaor garante que as despesas dele não chegarão nem à metade da metade disso. "Não preciso de mais de R$ 15 mil. Isso já dá e sobra pra mandar fazer santinhos e adesivos", explicou. 
Derli Donizete (Foto: Derli Donizete/Arquivo pessoal) 
Derli Donizete é candidato a prefeito de Serra da
Saudade (Foto: Derli Donizete/Arquivo pessoal)
O concorrente dele também tem experiência política. O trabalhador rural Derli Donizete (PT do B) tem 62 anos e foi vereador por quatro mandatos e também vice-prefeito .
"Acho que concorrer a algum cargo público em Serra da Saudade é mais fácil do que nas cidades de médio e grande porte, porque aqui todo mundo conhece todo mundo. Em época de eleição, muitos amigos nossos viram adversários políticos, mas não deixam de ser nossos amigos", comentou.
Ao ser questionado sobre o orçamento para a campanha de 2016, Derli Donizete foi direto. "Não tenho um orçamento definido, mas o pouco que tenho é suficiente para a campanha. Mandei imprimir dois mil santinhos e 500 cópias do meu plano de governo. Não mandei fazer adesivos, porque acho que não compensa. A gráfica até oferece a opção de parcelar, mas eu gosto de pagar à vista e já pegar a nota fiscal, para prestar conta à Justiça Eleitoral", relatou.
Vereadores
Já a disputa por votos à Câmara de Serra da Saudade ocorre entre 15 candidatos. As cadeiras no Legislativo são nove. O menor município brasileiro tem só cinco locais de votação e não tem Cartório Eleitoral. Para obter informações ou solicitar serviços desse órgão é preciso ir a Dores do Indaiá, a 44,8 quilômetros.

Rua Luiz Machado, uma das cinco da cidade, é principal rua de Serra da Saudade (Foto: Anna Lúcia/G1) 
Rua Luiz Machado, uma das cinco de Serra da Saudade, é principal da saudade (Foto: Anna Lúcia/G1)