Candidata a vereadora falsifica diploma para trabalhar como professora em Uberlândia

Hoje em Dia

Em decisão publicada no Diário Oficial do Município na última terça-feira (27), uma professora da rede municipal de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, que também é candidata a vereadora da cidade, foi demitida por apresentar um diploma profissional falsificado. Ela lecionava para o ensino fundamental da unidade de ensino.
A Prefeitura de Uberlândia descobriu o caso quando resolveu verificar o certificado profissional da professora. Conforme relatado no documento falsificado, ela havia se formado na Universidade Paulista (Unip). Ao entrar em contato com a faculdade, as autoridades locais foram informadas de que ela não havia se formado lá.

A falsa professora também é candidata a vereadora de Uberlândia pelo Partido Social Cristão (PSC). A sua candidatura, contudo, não sofrerá interferências legais no que se refere à falsificação profissional. Segundo a assessoria de imprensa do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a ação da mulher não foi configurada em crime de qualquer espécie, mas, sim, em um processo administrativo avulso.