Três mortos e mais de mil evacuados em incêndios na Madeira, em Portugal


Ao menos três pessoas idosas morreram em suas casas durante um incêndio que tem atingido os arredores de Funchal, na Ilha da Madeira, em Portugal, nesta quarta-feira. O fogo tem se alastrado rapidamente e está próximo do centro histórico da cidade. Cerca de 1.000 pessoas foram retiradas de suas casas, assim como turistas, de acordo com a imprensa local.

Segundo o chefe do governo regional da Ilha da Madeira, Miguel Albuquerque, as vítimas morreram nas primeiras horas desta quarta-feira, uma vez que o fogo se alastrou durante a noite, causando pânico. Albuquerque informou ainda que outras duas pessoas ficaram feridas gravemente, outra pessoa está desaparecida e cerca de 300 foram para o hospital por terem inalado fumaça e com queimaduras leves.
 
Incêndio Portugal

O fogo tem sido alimentado pelo clima quente e ventos fortes. Diversas casas e um hotel cinco estrelas foram incendiados. As pessoas que foram retiradas de suas casas, foram levadas para um quartel do exército, um estádio de futebol e para o centro cívico da ilha.

O turismo é o pilar da economia do arquipélago. Os ventos fortes nos últimos dias também já forçou o cancelamento de cerca de 20 voos.

O incêndio começou na segunda-feira, e os bombeiros disseram que as colinas íngremes da ilha e a densa floresta têm dificultado o alcance das equipes. Autoridades suspeitam que o incêndio tenha iniciado propositalmente, o que levou a polícia a deter duas pessoas. 
Fonte: Associated Press.