Encontrados os corpos de três brasileiras desaparecidas em Portugal desde Janeiro

Mineira de Campanário, uma das vítimas, Michele Santana Ferreira, de 28 anos, que estava grávida

O Tempo

A mãe das mineiras diz que suspeita do namorado de Michele, já que corpos foram encontrados em Pet Shop em que ele trabalhava.
Três brasileiras que estavam desaparecidas desde janeiro foram encontradas mortas, nesta sexta-feira, dentro de um poço perto de um aeroporto em Tires, em Cascais, Portugal.  As vítimas são as irmãs Michele Santana Ferreira, de 28 anos, que estava grávida, e Lidiana Neves Santana, 16, as duas de Campanário, Minas Gerais e a namorada de uma delas, a capixaba Thayane Milla Mendes, de 21.
Michele vivia e trabalhava em Portugal há 2 anos.  A filha mais nova estava há dois meses morando com a irmã e a namorada dela, Thayane Milla Mendes Dias, de 21 anos, morava no Espírito Santo e também foi para o país, onde trabalharia e moraria com as mineiras.
A mãe das mineiras diz que suspeita do namorado de Michele, já que corpos foram encontrados em Pet Shop em que ele trabalhava.