Duplo homicídio é registrado em Campo Belo/MG

A família acredita que o homicídio tenha sido premeditado.

Fonte: Diário de Campo Belo

Bom Jardim é comunidade rural de Campo Belo. O caseiro foi encontrado pendurado no teto do banheiro.

Duas pessoas foram assassinadas na comunidade do Bom Jardim, zona rural de Campo Belo/MG, neste domingo (31). Lucas Ferreira dos Santos de 21 anos e o amigo que já estava no sitio – Sandro Silva de 26 anos ( conhecido como Pacu) foram assassinados a tiros por pelo menos dois homens. ‘Luquinha’ chegou por volta das 8 horas no sítio e quando percebeu a cilada, mandou o pai fugir. Por pouco também não foi atingido pelos tiros. Pela cena encontrada no local, uma das linhas de investigações é execução. Segundo a Polícia Militar, as duas vítimas foram encontradas com tiros no tórax. Os dois têm passagens pela polícia por furto e tráfico de drogas, de acordo com a polícia, a vítima (Lucas) estava com a carteira e dentro havia dinheiro, mas não foi levado pelos autores do homicídio. A caminhonete também foi deixada na propriedade. Segundo a perícia, Lucas levou seis tiros e Pacu foi atingido por três. A corda, conforme declarações da perícia, teria sido para contê-lo. Não foi a causa morte.
quando Lucas, acompanhado pelo pai – chegou ao local, o caseiro já estava morto no banheiro da residência. Os autores estavam no interior da casa, acredita-se que aguardando Lucas chegar. Ele entrou na frente e ao percebeu a ação mandou o pai correr. Luquinha ainda lutou com os agressores. Um tiro acertou a cabeça da vitima, que caiu no quintal da propriedade.
Quando Luquinha chegou ao sítio, o amigo já estava morto.
Quando Luquinha chegou ao sítio, o amigo já estava morto.
O corpo de Luquinha foi encontrado no quintal da propriedade
O corpo de Luquinha foi encontrado no quintal da propriedade
Pacu, que também é morador da Feira, era muito amigo de Luquinha. A cena foi chocante. O caseiro estava com uma corda envolvida no pescoço amarrada no telhado do banheiro.

“Teve requintes de crueldade”.
Segundo a esposa, Lucas havia alugado o sítio, onde costumavam passar os fins de semana, mas neste domingo apenas o pai o acompanhou.
Teve brutalidade na execução de Pacu, mas, segundo a perícia, ele foi morto a tiros. A corda foi para contê-lo.

A irmã de Lucas em lágrimas relembrou como ele tinha carinho com a mãe. Ele é o mais novo de quatro filhos. Lucas deixou esposa e filha de 1.6 meses. As vítimas são moradores do bairro da Feira.

Sobe para cinco o número de homicídio no mês de julho em Campo Belo

Em 22 dias no mês de julho já foram registrados 5 homicídios na cidade; Lucas Albernaz Ferreira (Paquinha) de 23 anos levou vários tiros e dois deles acertaram a cabeça no dia 08 de julho, no bairro São Luiz. Ele foi assassinado no quintal de sua residência. Em 12/07, no  bairro Alto dos Bandeirandes (casas Populares) , Edimilson Tomaz Souza de 34 anos foi executado na porta do Cemitério das Mercês. Em seu corpo foram encontradas mais de 20 perfurações de disparos de arma de fogo de calibres diferentes, a maioria na cabeça;    No dia 21 de julho no mesmo bairro, dois rapazes foram baleados. Eric de Souza (17) morreu ao dar entrada no Pronto Atendimento e o irmão – Paulo César de Souza Faria (20) foi transferido para o bloco cirúrgico da Santa Casa. Ele foi ferido com tiros no abdômen e permanece no CTI da Santa Casa da cidade e o estado de saúde é grave.  Neste domingo mais dois homicídios são registrados na zona rural de Campo Belo.