COPASA ganha mais prazo para construir estação de tratamento de esgoto no Rio Itapecerica

Reunião realizada na quinta-feira (04) em Belo Horizonte, deu mais prazo para que a COPASA entregue a estação de tratamento do esgoto que hoje é despejado no Rio Itapecerica.  O prazo se encerrava no dia 31 de dezembro e como a construção é exigência do contrato firmado entre entre a empresa e o município daria margem inclusive para rompimento do acordo.
 (Foto Reprodução)
Da reunião na capital mineira participearam o Prefeito Vladimir Azevedo, o vice-prefeito Rodrigo Resende; representantes da COPASA; o diretor geral da ARSAE, agência reguladora das empresas de saneamento, Gustavo Cardoso e outras autoridades divinopolitanas que decidiram dar mais dois anos de prazo para a entrega da obra ficando o compromisso da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) do Rio Itapecerica para 2018.
Como já erá esperado, a empresa não conseguiria cumprir o prazo determinado em contrato já que sequer iniciou as obras e o Prefeito Vladimir Azevedo entendeu que as explicações foram satisfatórias e por isso concordou em dar mais tempo. A empresa se comprometeu porém em dar início aos trabalho de construção em um prazo de 20 dias.
A prorrogação do contrato poderá repercutir mal junto aos cidadãos que vem se manifestando inclusive em audiências públicas, pelo fim do contrato com a COPASA e a abertura de licitação para que seja contratada nova empresa para prestar o serviço. Divinopolitanos apontam a cidade de Pará de Minas como experiência exitosa onde uma nova companhia conseguiu em dois anos realizar obras que a COPASA não fez em 20.

Fonte: MPA