Candidato a vereador está entre os presos por tentar furtar banco

Eduardo Caetano dos Santos, o Bolinha, tentava uma vaga na Câmara Municipal de Vargem Grande Paulista pelo PRB; partido vai expulsá-lo da legenda

Estadão
Segundo informações do site do TSE, a candidatura de Eduardo Caetano dos Santos, conhecido como Bolinha, aguardava julgamento

O candidato a vereador pelo Partido Republicano Brasileiro (PRB) Eduardo Caetano dos Santos, de 35 anos, foi um dos três presos em flagrante por furto qualificado a uma agência bancária neste domingo, 21, em Pinheiros, na zona oeste da capital paulista. Da coligação "Honestidade e Competência", Santos é candidato no município de Vargem Grande Paulista, na região metropolitana de São Paulo, e apareceria na urna como "Bolinha".
O presidente do diretório municipal do PRB, José Francisco Teixeira, disse que a sigla já pediu o cancelamento da candidatura de Santos e que o suspeito será expulso do partido.
"O partido já tomou todas as providências cabíveis e é importante dizer que o PRB não compactua com ação ilícita que venha a ferir a imagem do partido", afirma Teixeira. "Para nós, foi uma surpresa. Ele que nos procurou para ser pré-candidato." 

Caso. 
Na manhã deste domingo, três homens foram presos pela Polícia Militar suspeitos de tentar roubar uma agência do Banco do Brasil, em Pinheiros. O trio passou por exame cautelar de corpo de delito. Em seguida, eles foram encaminhados à carceragem do 91º Distrito Policial (Ceagesp), onde aguardaram por audiência de custódia. 
Além de Santos, foram presos Flávio Augusto Batista de Almeida, de 31 anos, e Weverton Eduardo Souza Rezende, de 22. A PM apreendeu dois veículos usados pelo grupo, além de objetos utilizados durante a ação. 
Segundo a polícia, funcionários da agência perceberam pelas câmeras de segurança uma movimentação suspeita de homens dentro do banco e chamaram a polícia. Os PMs chegaram ao local e constataram que o miolo da fechadura havia sido trocado, em uma porta que dá acesso à parte de trás dos caixas eletrônicos. O alarme também estava desativado.
De acordo com os policiais, o grupo pretendia roubar a agência na noite deste domingo. O caso foi levado para o 14º DP (Pinheiros).