Brasil tem mais de 206 milhões de habitantes, diz IBGE

Rio Grande do Sul é o quinto Estado mais populoso do País, com 11,29 milhões de pessoas

Agência Brasil
 
O Brasil tem 206,08 milhões de habitantes, segundo dados divulgados nesta terça pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Estimativas publicadas no Diário Oficial da União indicam que o país tinha, em 1º de julho deste ano, 206.081.432 habitantes. No ano passado, a população era de 204.450.649.
De acordo com IBGE, o Rio Grande do Sul é o quinto Estado mais populoso do País, com 11,29 milhões de habitantes. Ele fica atrás de São Paulo, que tem 44,75 milhões, Minas Gerais (21 milhões), Rio de Janeiro (16,63 milhões) e Bahia (15,28 milhões)
Porto Alegre é o 10ª município mais populoso, com 1.481.019 milhões de pessoas. Em 2016, pouco mais da metade da população brasileira (56,4% ou 116,1 milhões de habitantes) vive em apenas 5,5% dos municípios (309), que são aqueles com mais de 100 mil habitantes.
Os municípios com mais de 500 mil habitantes (41) concentram 29,9% da população do país (61,6 milhões de habitantes). Por outro lado, a maior parte dos municípios brasileiros (68,4%) possuem até 20 mil habitantes e representam apenas 15,8% da população do país (32,3 milhões de habitantes).
Serra da Saudade (MG) é o município brasileiro de menor população, estimada em 815 habitantes em 2016, seguido de Borá (SP), com 838 habitantes, e Araguainha (MT), com 953 habitantes. Esses três municípios são os únicos no país com menos de mil habitantes.
Regiões Metropolitanas
Considerando a composição das Regiões Metropolitanas (RM) de 31 de dezembro de 2015, a RM de São Paulo é a mais populosa, com 21,2 milhões de habitantes. A RM de Porto Alegre é a quinta maior do país, com 4.276.475 de pessoas. 
Queda no crescimento populacional
O crescimento populacional do total do país, medido pela taxa geométrica de crescimento, foi de 0,80%, menor do que o estimado para o período 2015/2014 (0,83%), conforme a Projeção da População 2013 do IBGE. Quase ¼ dos 5.570 municípios (24,8%, ou 1.379 municípios) apresentaram taxas de crescimento negativas, ou seja, redução populacional.
Mais da metade dos municípios brasileiros (53,4% ou 2.975 municípios) apresentou crescimento que variou de 0% a menos de 1%, e 260 municípios (4,7% do total) apresentaram crescimento igual ou superior a 2%.
O grupo de municípios com até 20 mil habitantes apresentou, proporcionalmente, maior número de municípios com redução populacional (1.235 municípios ou 32,4% dos municípios até 20 mil). Por outro lado, os municípios com mais de 100 mil a um milhão de habitantes foram os que apresentaram maior proporção de municípios com crescimento superior a 1% (133 ou 45,5%).
As cidades com mais de um milhão de habitantes concentram crescimento entre 0 e 1% ao ano (14 ou 82,3% dos municípios deste grupo de tamanho populacional).


Publicidade:




Atendimento 24Hs. Tel. (37) 3341-3497/ 9176-0300 / 9916-1670 São nas horas mais difíceis que você deve consultar antes todos os nossos serviços e preço.