Brasil atropela Japão e mantém invencibilidade no vôlei feminino

AFP

Com uma atuação muito segura, a seleção feminina de vôlei do Brasil derrotou o Japão por 3-0 (25-18, 25-18, 25-22) nesta quarta-feira, o terceiro triunfo da equipe nos Jogos Olímpicos Rio-2016.
O resultado garantiu, de maneira antecipada, a vaga do Brasil nas quartas de final do torneio olímpico. Nas primeiras partidas, a seleção venceu Camarões e Argentina, também por 3-0. 
Com ótimo aproveitamento no saque, as meninas do Brasil, que buscam o tricampeonato olímpico, abriu vantagem no final do primeiro set e venceu por 25-18, com ótimos ataques de Fabiana e Fê Garay. A defesa brasileira também foi um elemento importante no jogo. 
Um reflexo da entrega da equipe foi a jogada em que Natália, ao buscar uma bola no fundo da quadra, atropelou as placas dos Jogos Olímpicos.
Em mais uma noite de festa no Maracanãzinho, que está sempre lotado para os jogos da seleção, o segundo set começou equilibrado. Sheila, Fê Garay e Natália foram decisivas.
Ao final do segundo set, o técnico José Roberto Guimarães colocou a meio de rede Thaísa em quadra. A atleta, que se recuperou de uma lesão, foi ovacionada pela torcidas. Com um bom ritmo de ataque, o Brasil voltou a fechar a parcial em 25-18.
O terceiro set foi mais equilibrado, mas na reta final, a equipe de Zé Roberto, que pode conquistar o quarto título como técnico em uma Olimpíada (Barcelona-1992 com os homens, Pequim-2008 e Londres-2012 com as mulheres), demonstrou toda sua experiência e fechou em 25-22.
"Temos que continuar trabalhando, a equipe está concentrada, colaborando, mas nunca podemos pensar que somos perfeitos", disse Jaqueline. "O importante é que a equipe continua crescendo a cada partida, porque de agora em diante não há rivais fáceis" completou a jogadora.
O Brasil volta à quadra na sexta-feira para enfrentar a Coreia do Sul e encerra a participação na fase de grupos contra a Rússia no domingo.