Alemanha não tira do Cruzeiro maior goleada da história do Mineirão

Hoje em Dia

O pênalti perdido pelo meia  e capitão Max Meyer, aos 13minutos do segundo tempo, impediu que a seleção olímpica da Alemanha igualasse nesta quarta-feira (10) a maior goleada da história do Mineirão na partida diante de Fiji, pela última rodada da fase de grupos do torneio masculino dos Jogos Rio-2016. A falha do jogador do Schalke 04 deixou o placar em 10 a 0 para os alemães. A maior lavada do estádio são os 11 a 0 do Cruzeiro sobre o Flamengo, de Varginha, em 9 de outubro de 1980, em partida válida pelo Campeonato Mineiro.
Nunca é demais lembrar que o Mineirão já faz parte da história do futebol alemão pelos 7 a 1 aplicados por eles sobre a Seleção Brasileira na semifinal da Copa do Mundo de 2014.
No jogo de ontem, Petersen (5), Meyer (3) e Gnabry (2) marcaram os gols alemães. Na noite de 9 de outubro de 1980, só quatro cruzeirenses marcaram. Roberto César balançou a rede do goleiro Pascoal cinco vezes. Mauro marcou quatro vezes. Alexandre e Carlinhos completaram a goleada.
Com a goleada, a Alemanha terminou o Grupo C na segunda posição. Com isso, no sábado, a partida pelas quartas de final do torneio masculino que será disputada no Mineirão, sábado, às 17h, será entre Honduras, que eliminou a Argebntina, e Coreia do Sul, que foi a primeira colocada da chave em que estavam os alemães.
O HEROI
Simione Tamanisau. Um goleiro que voltará para as Ilhas Fiji como heroi. Os 10 gols que a Alemanha fez em seu gol, num dos mais importantes estádios do mundo, ficaram esquecidos diante do pênalti defendido pelo camisa 1.
Mais do que arrancar aplausos e gritos de felicidade dos torcedores mineiros, o goleiro impediu que a Alemanha marcassem 11 gols. 
Caso a bola do meia-atacante Max Meyer tivesse entrado, os germânicos teriam igualado a maior goleada da história do Gigante da Pampulha. Graças a Tamanisau, o Cruzeiro segue dono do posto. 10 a 0 contra o Flamengo de Varginha em 1980
"É um grande sentimento ver a torcida torcer por mim e vibrar com a defesa. Fico feliz pelo suporte da torcida local", afirmou o goleiro.