Agentes encontram pen drive com músicas e filmes na cela de Dirceu e Vaccari

Agentes penitenciários encontraram um pen drive e dois carregadores durante varredura de rotina na cela ocupada pelo ex-ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu (Governo Lula) e pelo ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto na prisão que abriga réus da Lava Jato, nos arredores de Curitiba.

Estadão Conteúdo

Dirceu conversa com mulher no Centro de Progressão Penitenciária (CPP), em Brasília

A vistoria ocorreu no dia 1.º de agosto. Como nem Dirceu nem Vaccari - ambos condenados por corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa - assumiram a propriedade do material, o Conselho Disciplinar do Complexo Médico Penal de Pinhais aplicou aos dois quadros do PT "falta média".

Na prática, eles vão ficar vinte dias sem visitas - exceto seus advogados. A vistoria ocorreu na quinta galeria e na sexta - são seis galerias no Complexo. A sexta galeria abriga todos os réus da Lava Jato.

Dirceu e Vaccari ocupam uma cela.

Os agentes penitenciários acharam duas sacolinhas plásticas na cela dos condenados. Nelas estavam o pen drive e os dois carregadores.

No pen drive só havia arquivos com filmes e músicas. Nenhum documento da Lava Jato.

O Conselho Disciplinar do Complexo Médico Penal advertiu Dirceu e Vaccari que se houver nova falta média eles serão punidos por "falta grave", o que vai retardar a progressão do regime penal em que se encontram.