Parentes e amigos de vítimas de latrocínio e homicídio em Divinópolis fazem manifestação por paz e segurança

TV Candidés
 (Fotos colaborativa WhatsApp)

Neste ano, 19 homicídios foram registrados em Divinópolis, além de um caso de latrocínio que chocou a cidade. Vinte famílias perderam um parente e alguns, sem nenhum envolvimento com drogas, como no caso de Reginaldo José da Silva, que morreu em janeiro ao tentar separar uma briga na porta de sua casa.
Há menos de um mês, Vera Lúcia dos Santos foi morta com um tiro durante um assalto enquanto trabalhava em sua lanchonete. A família ainda muito abalada tenta de alguma forma forças para continuar lutando por justiça.
Dezenas de pessoas se reuniram na Praça do Santuário de Divinópolis para pedir por mais segurança na cidade, dentre elas, familiares de vítimas de latrocínio e homicídio que ocorreram neste ano. Apesar de toda a dor, eles esperam que a justiça seja feita.
Para o momento eles usaram camisas pedindo um basta da violência, em homenagem às vítimas e também colocados cartazes, jornal e faixas. Além de pedir paz, o encontro serviu para amenizar a dor com as outras pessoas.
De acordo com a Polícia Militar, cerca de 300 pessoas estiveram presentes na manifestação, que terminou com uma caminhada até a Praça da Catedral.