Funcionários do Samu sofrem roubo após falsa chamada em Betim/MG

Após receber um chamado para atender a uma suposta vítima em crise de convulsão, equipe foi ameaçada, agredida e roubada

O Tempo

Funcionários do Samu sofrem roubo após falsa chamada

  Um chamado para atender a uma vítima em crise de convulsão seria um procedimento comum para uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, se não fosse um plano de criminosos para a realização de um assalto.    
O crime aconteceu no bairro Vila Presidente Kennedy, por volta das 2h da madrugada desta sexta-feira (8). A equipe, composta por três funcionários, sofreu ameaças, agressões físicas e teve os celulares, óculos de correção visual e relógio roubados. A dupla de criminosos também procurava por substâncias que poderiam ser utilizadas como droga.
“Quando a ambulância passou pela rua Jovelino Gregório, dois homens começaram a acenar, dizendo que a ocorrência era na rua debaixo. O Samu, então, se encaminhou para o local, que ficava na rua São Dimas, e os dois homens começaram a apressar a equipe, dizendo que o homem que estava sofrendo a convulsão estava morrendo. Nesta hora, a dupla abordou o motorista, dizendo que era um assalto e que era para passarem tudo o que tinham”, contou um servidor, que pediu para ter a identidade preservada.
Segundo ele, depois de roubar quatro celulares, um relógio e dois óculos de grau, a dupla ameaçou o motorista de morte, colocou dois técnicos de enfermagem na parte de trás da ambulância, sendo um homem e uma mulher, e agrediram fisicamente este homem.
“Eles ainda perguntaram se havia drogas (medicamentos) nas maletas, mas o serviço móvel era básico e não tinha”, afirmou. “Após liberarem os técnicos, a dupla ainda teria dito que seguiria o Samu para comprovar que não iriam à delegacia. O motorista, que teve seus óculos roubados, dirigiu com a ajuda de Deus. Este tipo de crime, mais que qualquer outro, não pode acontecer. Os técnicos deveriam estar salvando vidas e estes homens estavam impedindo que isso acontecesse”.
Em nota, a prefeitura da cidade afirmou que a equipe do Samu registrou Boletim de Ocorrência na PM e que a Secretaria de Saúde comunicou à Secretaria Municipal de Segurança Pública para tomar as devidas providências.