Fernando Pimentel visita Centro Integrado de Comando e Controle que unificará ações de segurança durante as Olimpíadas

Governador fez um balanço das ações realizadas no Estado para receber o evento esportivo

Agência Minas

Estado fez um balanço das ações em curso no Estado para garantir a segurança antes, durante e depois das Olimpíadas

O governador Fernando Pimentel visitou nesta quinta-feira (21/7) o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), localizado na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, que reunirá, durante a realização dos Jogos Olímpicos 2016, as forças de segurança que atuarão de forma unificada em Minas Gerais.
“Esses grandes eventos como as Olimpíadas são os mais importantes para essa integração das instituições. São eles os que mais unificam a segurança. O Centro Integrado de Controle é um avanço nesse sentido, pois permite o compartilhamento de informações importantes”, afirmou o governador.
Pimentel, representantes dos órgãos de segurança e secretarias envolvidas diretamente com a realização do evento esportivo fizeram um balanço das ações em curso no Estado para garantir a segurança antes, durante e depois da realização das Olimpíadas.
O secretário de Estado de Esportes e coordenador do Núcleo de Articulação Minas 2016, Carlos Henrique, apresentou o planejamento desenvolvido pelo governo mineiro para receber os Jogos, tendo como objetivo a segurança das delegações e a prevenção de ocorrências. Minas Gerais deverá receber 17 delegações estrangeiras e cerca de 20 mil turistas. A capital mineira será palco de jogos entre os dias 3 e 20 de agosto, com 10 partidas dos torneios masculino e feminino de futebol.
“O balanço é positivo. O governador sai extremamente confiante e tranquilo de que as forças de segurança do Estado estão fazendo tudo aquilo que foi planejado ao longo dos anos para receber delegações e partidas de futebol”, afirmou o secretário. Para o secretário de Estado de Defesa Social, Sérgio Menezes, os planos de segurança estão prontos e serão devidamente executados. “Em Minas Gerais as ações estão sendo implantadas com êxito”, disse.
Definições
O chefe da assessoria extraordinária dos Jogos Olímpicos e Paralimpicos 2016, coronel Francisco Lino Neto, explicou que o eixo de segurança integrado para o evento é formado pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros e a Comissão Estadual de Segurança Pública e Defesa Civil para os Jogos Rio 2016 (Coesge).
“Estes órgãos estão trabalhando em cima do cronograma e das ações determinadas por meio de um trabalho integrado para que tudo seja feito com as melhores práticas e em tempo oportuno. Logicamente, se ocorrer alguma novidade, os planejamentos são revistos”, ressaltou.
Segundo o coordenador do Centro Integrado de Comando e Controle, Vicente Salgueiro, o local vai reunir em torno de 40 instituições durante o evento. Também será criado um gabinete de gerenciamento de crise composto pelo comando máximo de sete instituições de segurança. “Vamos garantir o fluxo de comunicação de cada instituição unificando o comando. Teremos várias estruturas de comando e controle, como no Mineirão, além de unidades móveis no interior. O objetivo é agir com celeridade na tomada de decisões”, salientou.
Durante as Olimpíadas, o CICC atuará como o Quartel General (QG) dos trabalhos da segurança. No local, estão instaladas mais de 200 estações de trabalho, de onde é possível monitorar cerca de 1.300 câmeras de Belo Horizonte e de cidades da região metropolitana. No posto instalado no Mineirão, trabalharão profissionais da Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, Secretaria de Estado de Defesa Social, BHTrans e Secretaria Municipal de Saúde.
Também participaram do encontro os secretários de Estado de Governo, Odair Cunha, e Planejamento e Gestão, Helvécio Magalhães, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, coronel Luiz Henrique Gualberto Moreira, o chefe do Gabinete Militar do Governador, coronel Helbert Figueiró, e representantes dos órgãos de segurança do Estado, entre outros.