Alckmin quer 'pente-fino' em transportadoras de valores'

A Polícia Civil fez um cerco para evitar um novo assalto à Prosegur, dessa vez em Campinas 

A Tribuna

O governador Geraldo Alckmin criticou as transportadoras de valores e disse que pedirá à Polícia Federal um "pente-fino" nessas empresas. "Quem tem de guardar dinheiro é banco", falou durante inauguração de uma penitenciária em Piracicaba (SP) nesta terça-feira, 26.
As declarações foram feitas após ser questionado sobre os mega-assaltos registrados no interior paulista. Nesta madrugada, após ter informações de que uma dessas companhias seria atacada, a Polícia Civil mobilizou dezenas de homens para vigiar o local até o início da manhã.
Alckmin contou já ter conversado a esse respeito com o secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho. "Estamos solicitando um pente-fino em todas essas empresas. Temos uma suspeita de que estão armazenando recursos", falou. Para ele, cabe aos bancos armazenarem grandes quantias. "O que está fazendo dinheiro dentro da transportadora?", questionou o governador.
Ele alegou que não é responsabilidade do Estado autorizar e fiscalizar essas companhias. "Nós vamos ajudar também a fiscalizar, mas tem que ser feito pela Polícia Federal", disse Alckmin.
Questionada a respeito de toda essa situação, a Polícia Federal informou à reportagem do jornal O Estado de S. Paulo que "não se manifestará sobre as críticas do governador".
Ataques
A Polícia Civil fez um cerco para evitar um novo assalto à Prosegur, dessa vez em Campinas (SP). Após receber a informação de que a empresa seria atacada na madrugada desta terça-feira, 26, mais de 50 policiais fortemente armados cercaram o local, usando veículos atravessados nas ruas próximas para evitar a aproximação dos bandidos.
O ataque - que teria sido descoberto através de escutas telefônicas, não aconteceu e pela manhã o cerco foi desmontado. Antes disso, no início deste mês, a mesma empresa foi atacada no maior assalto da história de Ribeirão Preto (SP) e que resultou em pelo menos duas mortes e no roubo de mais de R$ 50 milhões.
Campinas já havia sido alvo também de ataques a transportadoras de valores, assim como Santos (SP), motivos para as críticas do governador.
Prisão
A penitenciária masculina inaugurada nesta terça-feira, 26, por Alckmin em Piracicaba tem mais de 11 mil m² de área construída e capacidade para abrigar 847 detentos em regime fechado. O investimento do governo do Estado no empreendimento foi de R$ 36 2 milhões.