AnuncioTop

Ultimas Notícias

recent

Radares desligados pelo Dnit em todo o país não têm data para serem reativados

25/06/2016
Hoje em Dia
 
FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA – Equipamentos de controle de velocidade já foram desligados na BR-040, no sentido Rio de Janeiro 
 
Desligados pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), os radares de controle de velocidade nas rodovias federais concedidas em todo o país não devem voltar a funcionar tão cedo. Para que o serviço passe a ser feito pelas concessionárias, é preciso que todas as etapas de um procedimento burocrático sejam cumpridas. Mesmo processo que, mais de um ano após ter sido iniciado, ainda não garantiu a operação de radares no Anel Rodoviário.
Responsáveis por trechos que tiveram equipamentos desligados em Minas, a Via 040 e a MGO Rodovias, que administram as BRs 040 e 050, já enviaram estudos técnicos para a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e aguardam um posicionamento. A Via 040 espera não só a análise sobre a operação de radares na rodovia, como também a liberação para ligar os aparelhos já instalados no Anel Rodoviário desde março do ano passado.
Para que as concessionárias possam arcar com esse serviço, até então feito pelo Dnit, é preciso também o aval do Departamento de Polícia Rodoviária Federal (DPRF). A própria ANTT não sabe precisar quanto tempo esse processo deve levar. Por meio de nota, a agência informou apenas que os estudos estão sendo avaliados para serem referendados pelo DPRF.
R$ 120 milhões foram destinados para gastos com os radares, mas recurso acaba neste mês
De acordo com a ANTT, “como os processamentos dos dois órgãos se diferenciam, alguns ajustes técnicos são necessários para iniciar o processamento”. Ainda segundo o órgão federal, até o fim do mês, as concessionárias deverão ser notificadas com as informações contendo os procedimentos para que a operação dos equipamentos possa ser realizada.
Mas há casos de empresas que ainda nem começaram esse processo, como a Concebra, que administra trechos das BRs 262 e 153 em Minas. Segundo a concessionária, a ANTT deu prazo até janeiro de 2017 para que os estudos fossem realizados.
Como o Hoje em Dia mostrou na edição desta sexta-feira (24), o Dnit resolveu desligar os radares em todas as estradas federais concedidas por causa de problemas financeiros. Ao todo, 660 equipamentos serão desligados no país, sendo que mais de 30% em Minas Gerais. A ordem para a retirada dos aparelhos que fazem o controle de velocidade nas estradas foi dada no mês passado e todos estarão inoperantes até fim deste mês.
De acordo com o Dnit, a queda no orçamento deste ano motivou a decisão pelo desligamento dos equipamentos de controle de velocidade das rodovias sob gestão da ANTT. Os contratos com as empresas que mantinham os equipamentos iam até dezembro, mas foram encurtados.
Radares desligados pelo Dnit em todo o país não têm data para serem reativados Reviewed by DestakNews Brasil on 15:07 Rating: 5
Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.