Prefeitura de Itapecerica entrega sede do SAMU nesta quinta-feira (30), saiba mais

Chaves do imóvel serão repassadas ao CISURG
Nesta quinta-feira (30), o Prefeito de Itapecerica/MG, Antônio Dianese, juntamente com a Secretária de Saúde do município, Saraha Rocha Dssimoni, entregará ao Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Ampliada Oeste (CIS-URG) as chaves do imóvel onde irá funcionar a base do SAMU em Itapecerica. O local já está pronto e foi reformado pela Prefeitura. Agora, deve receber todo mobiliário para o funcionamento da base local do SAMU que fica localizado a rua Dadá Malaquias nº 105 bairro Ingás. A entrega das chaves está prevista para acontecer as 17 horas.


Esta é uma grande conquista para Itapecerica, que vê o setor de saúde crescer cada vez mais. Os profissionais passaram por um treinamento em Divinópolis e virão prontos para atender a população. É um grande reforço para a cidade.

Todos os chamados feitos pelo 192, serão concentrados na central de Divinópolis, onde um médico regulador fica responsável por destinar o tipo de ambulância e de onde irá partir o atendimento. Todas as ambulâncias contam com comunicação através de internet, telefone e GPS, e farão os atendimentos de urgência médica, seja clínica ou de acidentados.
O Samu Oeste contará com 24 bases descentralizadas distribuídas em 23 municípios(duas em Divinópolis) e uma central de regulação em Divinópolis, para onde serão direcionadas todas as chamadas do telefone 192.  Serão 54 municípios integrados ao Consórcio Intermunicipal de Saúde, com população de aproximadamente 1,2 milhão de pessoas.

Rede de Urgência e Emergência



A Rede de Urgência e emergência é composta pela Atenção Primária em Saúde, Unidades de Pronto Atendimento, pontos  de atenção hospitalar classificado de acordo com sua complexidade e função na Rede podendo ser classificados em: Hospital de Urgência Nível IV, Hospital Geral de Urgência Nível III,  Hospital Geral de Urgência Nível II,   Hospital de Referência ao Trauma Nível I, Hospital de Referência às Doenças Cardiovasculares Nível I,  Hospital de Referência ao Acidente Vascular Cerebral Nível I e Hospital de Urgência Polivalente Nível I.


O que é o SAMU?

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) é um programa dos governos Federal Estadual e Municipal e tem como finalidade prestar socorro à população em casos de urgência e emergência. Com estrutura bem montada e profissionais altamente qualificados, o SAMU 192 consegue reduzir sensivelmente o número de óbitos, tempo de internação hospitalar e sequelas decorrentes da falta de um socorro em tempo hábil.
O SAMU 192 funcionara 24 horas por dia, sete dias por semana e, à população dos 54 municípios que compõem a macrorregião, beneficiando cerca de 1.190.00 de pessoas. A iniciativa de regionalização do SAMU resultará na redução de mil morte/ano na região.
Ao chamar o SAMU pelo 192, o cidadão é atendido por técnicos de enfermagem treinados e por médicos reguladores que orientam de acordo com a situação relatada pelo solicitante ou enviam uma unidade para o atendimento.
A equipe do SAMU 192 é composta por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e condutores-socorristas.
Para o atendimento móvel, o SAMU 192 dispõe de dois tipos de ambulância: a Unidade de Suporte Básico (USB) e a Unidade de Suporte Avançado - USA (UTI Móvel). A USB é utilizada em casos de urgência, quando é preciso o pronto atendimento, mas não há risco de morte iminente. Nestes casos, o resgate é feito por um condutor-socorrista e um técnico de enfermagem. Já a USA é acionada em casos de emergência, quando há necessidade de intervenção médica imediata. Nestes casos, o resgate é feito por um condutor-socorrista, um médico e um enfermeiro. 

Veja no mapa as cidades que contarão com o serviço do Samu.


Quando Chamar o SAMU?

O SAMU-192 realiza o atendimento de urgência e emergência em qualquer lugar: residências, locais de trabalho e vias públicas. O socorro é feito após a chamada gratuita para 192.
Veja as situações em que o SAMU-192 deve ser chamado:
  • - Na ocorrência de problemas cardiorrespiratórios;
  • - Em caso de intoxicação;
  • - Em caso de queimaduras graves;
  • - Na ocorrência de maus tratos;
  • - Em trabalhos de parto onde haja risco de morte da mãe ou do feto;
  • - Em caso de tentativas de suicídio;
  • - Em crises hipertensivas;
  • - Quando houver acidentes/traumas com vítimas;
  • - Em casos de afogamentos;
  • - Em caso de choque elétrico;
  • - Em acidentes com produtos perigosos;
  • - Na transferência inter-hospitalar de doentes com risco de morte.

Se você identificar uma destas situações, ligue 192. Este número é gratuito e dispensa cartão telefônico ou crédito no celular.


Como é o Atendimento?

Após a ligação pelo número 192, você falará com um técnico de enfermagem treinado que lhe pedirá algumas informações, tais como: motivo da ligação, se você está perto do paciente, e dados como sexo, idade aproximada, endereço e ponto de referência para facilitar a chegada da unidade ao local.
Em seguida, caso seja necessário você conversará com o médico regulador que lhe pedirá informações, como: se o paciente está consciente, se respira, se consegue falar, entre outras.
Se for caracterizado que uma unidade deverá se deslocar até o local, o médico regulador orientará e acompanhará todo atendimento até a chegada do paciente ao hospital. Caso não seja necessário o deslocamento da unidade, o médico regulador dará todas as orientações necessárias, garantindo a assistência do paciente.