Polícia Civil investigará queda de adolescente do 12º de prédio em Juiz de Fora/MG

Polícia Militar não quis passar informações sobre o caso; delegado Vitor Fiúza, da 7ª delegacia, irá investigar a ocorrência

O Tempo

 Polícia Civil investigará queda de adolescente do 12º de prédio em JF

  A Polícia Civil irá investigar as causas da queda de um garoto, de 12 anos, que não teve o nome revelado, e que morreu ao cair de uma das janelas do apartamento onde morava com a família, localizado no 12º andar de um edifício, na rua Sampaio, no centro de Juiz de Fora, na Zona da Mara. O fato aconteceu na tarde desta segunda-feira (21) e foi tratado, inicialmente, pela Polícia Militar como queda acidental.
O Tenente Thiago Saggioro, que atendeu a ocorrência, informou que o porteiro e os familiares foram ouvidos, mas não quis informar o conteúdo dos relatos. O militar também não quis explicar se algum morador do apartamento contou se o garoto estava sozinho ou acompanhado por alguém no momento da queda.
A Polícia Civil informou que a ocorrência foi repassada para ela na manhã desta terça e será investigada pelo delegado Vitor Fiúza, da 7ª Delegacia.
Entenda
O porteiro do prédio contou aos militares ter escutado um barulho e, em seguia, ter encontrado o corpo do garoto caído entre o jardim e o hall de entrada. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e tentou reanimar a vítima, no local, por 20 minutos. Mas sem sucesso.
A Polícia Militar foi acionada e escutou os familiares do garoto, mas o conteúdo dos relatos não foram divulgados.
Após o trabalho da perícia, o corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Juiz de Fora.
Suspeita
A reportagem do Diário Regional, que esteve no local, ouviu algumas testemunhas que contaram que o adolescente ajeitava as cortinas do apartamento quando desequilibrou e caiu, mas a polícia ainda não confirma a informação.