Jovem acusa médico de estuprá-la durante exame de endoscopia em Governador Valadares/MG

Abuso foi constatado em exame de corpo delito; suspeito ainda não foi preso

O Tempo

Uma jovem, de 25 anos, acionou a polícia após descobrir que havia sido abusada sexualmente. Ela acusa um médico de uma clínica particular de Governador Valadares, na região Rio Doce, de ter cometido o crime durante um exame de endoscopia.
Na última quarta-feira (15), a vítima procurou às 7h40 uma clínica médica no centro da cidade para fazer o exame, segundo consta no boletim de ocorrência. A jovem contou, à polícia, ter sido sedada para a realização do procedimento. Após de 1h10, a vítima acordou e viu que o médico passava a mão nas suas partes íntimas.
Segundo o boletim de ocorrência, a jovem disse ter ido embora sem questionar o médico. Já em casa, ao ir ao banheiro, sentiu dores e uma ardência saindo da sua genitália. Assustada, ela procurou a Delegacia de Polícia Civil, onde a ocorrência foi registrada. Ela também recebeu uma guia para a realização do exame de corpo de delito.
Acompanhada da família, a jovem foi até o Hospital de Pronto-socorro (HPS) da cidade para realizar o exame, que indicou o abuso.
O rapaz ainda não foi preso. A delegada Adeliana Xavier, que recebeu a ocorrência, não foi encontrada para falar sobre o assunto. Porém, a assessoria de imprensa da Polícia Civil se comprometeu em apurar se algum pedido de prisão contra o médico foi expedido.
Como a Polícia Militar não informou o nome do suspeito, não foi possível procurá-lo para que ele se defendesse.