Incêndio na Califórnia deixa 2 mortos e milhares de evacuados

Fogo, que começou na tarde de quinta-feira em Erskine, a três horas ao norte de Los Angeles, já havia arrasado 121 km² até a tarde dessa sexta-feira


Um incêndio que teve início no centro da Califórnia se propagou com rapidez, destruindo ao menos ,100 imóveis matando duas pessoas e provocando a evacuação de milhares de moradores da região, informaram as autoridades nessa sexta-feira (24).
O fogo, que começou na tarde de quinta-feira em Erskine, a três horas ao norte de Los Angeles, já havia arrasado 121 km² até a tarde dessa sexta-feira.
Os bombeiros, que controlaram apenas 5% das chamas, confirmaram a morte de duas pessoas. Os trabalhos são dificultados pelos fortes ventos em Erskine, na área do Lago Isabella.
O governador da Califórnia, Jerry Brown, declarou o estado de emergência na região, o que permite disponibilizar ajuda com maior rapidez.
A imprensa local informou que as chamas já destruíram cerca de 100 imóveis, e que milhares de moradores da zona foram evacuados.
É um dos incêndios "mais devastadores que já vi", disse o capitão dos bombeiros do condado de Kern, Tyler Townsend, ao jornal Los Angeles Times. "Isto explodiu (...). Passou de dois a milhares de hectares em horas".
Ao menos 800 bombeiros já combatem as chamas e centenas estão a caminho, segundo as autoridades.
"O terreno montanhoso, cinco anos de seca e rajadas de vento (...) expandiram o incêndio" de forma fenomenal, declarou o chefe dos bombeiros, Brian Marshall, citado pelo canal de televisão KTLA.
"Nossos bombeiros estão enfrentando uma batalha de proporções épicas contra este incêndio, tentando salvar qualquer estrutura possível".
A seca na Califórnia, que já dura cinco anos, tem feito com que os incêndios florestais se propaguem com maior facilidade neste estado da costa oeste dos Estados Unidos, onde as temperaturas superaram os 40 graus no início da semana. As causas do incêndio ainda não foram determinadas.