Empresário envolvido em sequestro de prima de Sheila Carvalho é preso

Outro envolvido foi detido na última sexta-feira (8) também no Rio de Janeiro; dupla foi encaminhada para o Ceresp de Juiz de Fora, onde a jovem foi raptada e o inquérito foi aberto 

O Tempo

Empresário envolvido em sequestro de prima de Sheila Carvalho é preso  

Um advogado e empresário carioca, de 50 anos, que não teve o nome revelado, foi preso nessa terça-feira (7) no Rio de Janeiro por envolvimento no sequestro da prima da dançarina e ex-integrante do grupo " É o Tchan" Sheila Carvalho. O rapto da jovem C.M.C, de 18 anos, que tem vulnerabilidade psíquica, ocorreu no dia 18 de maio em Juiz de Fora, na Zona da Mata, onde mora com a família.
A operação para realizar a prisão do suspeito foi coordenada pelo delegado de Polícia Civil Felipe Fonseca Peres. Nesta terça, equipe de policiais da Delegacia Especializada de Antidrogas de Juiz de Fora, com apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) do Rio de Janeiro, conseguiram cumprir o mandado de prisão contra o suspeito no apartamento dele em Niterói, onde a jovem foi recebida.
Além do empresário, a polícia localizou no imóvel uma pistola Beretta e 14 munições. A arma e o criminoso foram levados para a cidade de Juiz de Fora, onde o inquérito foi aberto. "Ele ainda não foi ouvido, mas as oitivas devem ocorrer hoje (nesta quarta) ou amanhã (quinta)", explicou o delegado.
O advogado foi encaminhado para o Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp), onde segue a disposição da Justiça.
A primeira hipótese da polícia que seria de tráfico internacional de mulheres foi descartada, no entanto, o delegado não explicou qual a nova linha de investigação do caso, já que o processo corre em segredo de Justiça.
Primeiro suspeito
Na última sexta-feira (3), um gerente comercial, de 53 anos, foi preso na cidade de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, por envolvimento no crime. Ele é suspeito de ser o responsável por interceptar a jovem em Juiz de Fora e a levar para o Rio de Janeiro.
A jovem chegou a identificar o criminosos, que também foi levado para o Ceresp de Juiz de Fora.
As investigações apontam que os dois se conheceram pela web. "Após conversas pela internet, o homem teria vindo a Juiz de Fora e dito que a levaria a jovem para encontrar com parentes no Rio, explicou o delegado.
A suspeita é que, se a polícia não tivesse a encontrado a tempo, ela seria submetida a alguma crime sexual.
Investigação
Um inquérito policial foi instaurado no dia do sequestro e, após a prisão de dois suspeitos, a polícia trabalha para tentar descobrir se há outros envolvidos no rapto.
Entenda
A prima de Sheila foi raptada no dia 18 de maio em Juiz de Fora, na Zona da Mata, em Minas. A família da jovem procurou pela polícia no mesmo dia e registrou um boletim de ocorrência.
"Chegamos até ela no Rio de Janeiro por meio do trabalho de inteligência da polícia. Fizemos um cruzamento entre informações telefônicos e bancos de dados. A partir daí conseguimos localizá-la", especificou o delegado.
A polícia identificou que um homem a encontrou em Juiz de Fora, foi com ela até a rodoviária da cidade, comprou passagens para os dois com destino ao Rio de Janeiro e embarcaram. Com todas essas informações, a jovem foi encontrada no dia 19 de maio sozinha em um apartamento no bairro Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro.
Ela passou por um exame de corpo delito para saber se ela chegou a ser abusada sexualmente, mas o resultado não será revelado.
Apelo da família
Assim que a prima desapareceu, a antiga morena do "É o Tchan" pediu pelo seu perfil no Instagram ajuda para que seus seguidores a ajudassem a procurar pela jovem.
Após receber a notícia de quem ela teria sido encontrada, Sheila publicou um vídeo em seu perfil agradecendo aos fãs e aos policiais.