Emissão de carteiras de trabalho deve voltar no fim do mês em Minas

Mudança acontece em todo o Brasil, de forma escalonada e teve início no ano passado, com os Estados do Rio de Janeiro e São Paulo

O Tempo

Situação deve normalizar no dia 26 de junho

 A emissão de carteiras de trabalho e a renovação devem ser normalizadas em Minas Gerais no fim deste mês, de acordo com o Ministério do Trabalho e Previdência Social. Os serviços não estão sendo realizados devido a migração do sistema do analógico para o digital. A previsão é de que a situação esteja normalizada no Estado até o dia 26 de junho.
A mudança acontece em todo o Brasil, de forma escalonada, e teve início no ano passado, com os Estados do Rio de Janeiro e São Paulo. O Estado do Espírito Santo também passa pela reforma junto com Minas.
Além da manutenção do sistema, os funcionários estão passando por treinamento para melhor utilizarem o novo mecanismo.
Situação não prejudica trabalhadores
Segundo o Ministério do Trabalho, a mudança não gera prejuízos para os contratantes e contratados, já que ao firmarem um contrato de trabalho pode-se apresentar a documentação do novo funcionário em até 30 dias, conforme a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT):

Nas localidades onde não for emitida a Carteira de Trabalho e Previdência Social poderá ser admitido, até 30 (trinta) dias, o exercício de emprego ou atividade remunerada por quem não a possua, ficando a empresa obrigada a permitir o comparecimento do empregado ao posto de emissão mais próximo.
Verifique os locais onde o serviço é oferecido em Minas Gerais, clicando aqui.