Chuva forte provoca alagamentos em Belo Horizonte

Essa foi a primeira chuva significativa em um mês na capital; também há registros em Contagem

O Tempo

 Após um mês sem o registro de chuva significativa em Belo Horizonte, uma tromba d'água no início da tarde desta quarta-feira (1º) provocou alagamento em algumas das principais avenidas da capital mineira.
A última chuva significativa ocorrida em Belo Horizonte foi registrada no dia 30 de abril, segundo informou o instituto Tempo Clima da Puc Minas. Uma mudança na instabilidade da atmosfera foi o que provocou essa incidência de chuva. Na capital choveu cerca de 15 milímetros.
Por volta de 13h, os motoristas que passam pelas avenidas Amazonas e na Silva Lobo, ambas no bairro Grajaú, na região Oeste da capital, encontraram as vias tomadas pela água. Além disso, a chuva nesses pontos foram acompanhada por granizo.
Já na rua Rio Petrópoles, no bairro Pindorama, na região Noroeste, a telha de uma casa foi arrancada pela ventania e foi parar na fiação da Cemig.

A chuva seguida de ventos fortes também atingiu outros bairros de Belo Horizonte, como Caiçara, na região Noroeste, no Lourdes, na região Centro-Sul, no Buritis, na região Oeste, e no Barreiro.
No bairro Cidade Industrial, em Contagem, na região metropolitana, também há registro de chuva seguida de trovões.

  O Corpo de Bombeiros não chegou a registrar nenhuma ocorrência em função da chuva. Porém, motoristas encontraram longas filas no Anel Rodoviário, e nas avenida Amazonas e Silva Lobo.

Aeroportos
Apesar de provocar um caos no trânsito de parte da capital, a chuva não provocou impacto nos aeroportos de Confins e da Pampulha. Ambos operam normalmente, segundo assessoria de imprensa dos dois.
Previsão do tempo
Segundo o Instituto Tempo Clima, há previsão de chuva fraca para BH e região metropolitana até o próximo domingo (5).

  A previsão é de que o termômetro fique entre 17ºC e 28ºC nos próximos dias.