Caso amoroso termina com agressão em Divinópolis e os agressores são conduzidos a delegacia de polícia civil





Durante patrulhamento pelo bairro Tietê em Divinópolis, a Polícia deparou com um homem deitado no chão depois de ter sido agredido por três indivíduos. Ao avistar a viatura um dos agressores embarcou em um Corolla e fugiu tomando rumo ignorado.
De acordo com a Polícia Militar (PM), os dois dos agressores que permaneceram no local, sendo um homem 44 anos e seu filho de 17 anos. Questionados sobre o indivíduo que fugiu no Corolla, o mesmo relatou que era seu filho de 21 anos. O homem agredido estava lúcido, porém com dificuldades na fala. Antes de ser encaminhado para Unidade de Pronto Atendimento conseguiu informar para a Polícia que foi agredido pelo pai dos outros dois autores. A vítima foi levada para a UPA e atendida pelo médico de plantão e em seguida liberada.
Após ser liberada, a vítima contou aos militares que teve um caso amoroso com uma mulher do pai dos outros dois envolvidos na agressão e que atualmente a mesma é namorada do homem que o agrediu. O motivo das agressões seria ciúmes.  Ele contou que transitava em uma bicicleta pela rua momento em que o autor na companhia dos filhos chegou em um veículo Corolla e jogou o veículo em sua direção o jogando ao solo juntamente com a bicicleta. Perguntado o suspeito da agressão, este relatou que a vítima havia lhe agredido momento antes e pelo fato pegou o Corolla onde encontrou com seus filhos e depararam com a vítima onde agrediram fisicamente. O suspeito das agressões apresentava pequena lesão no cotovelo esquerdo e no joelho esquerdo. Os outros suspeitos da agressão não tiveram lesões.
O filho de 21 anos que havia fugido compareceu até a delegacia conduzindo o veículo Corolla de cor cinza, utilizado na ação, sendo dada voz de prisão em flagrante ao mesmo. O veículo foi apreendido e removido. Devido as agressões a vítima apresentava inchaço pelo rosto e várias escoriações pelo corpo e as vestes sujas de sangue, sendo aos suspeitos da agressão dada voz de prisão e encaminhado a presença da autoridade competente para providências. A envolvida, ficou responsável pela bicicleta da vítima.