Vitória vira em casa e Corinthians fica o 5º jogo seguido sem vencer

Apesar de bom jogo, Timão alcança marca negativa

Lancepress

 
 
Vitória saiu atrás, mas conseguiu virar o jogo
(Jéssica Santana/Brazil Photo Press)

Era para rolar a festa, com Guilherme em nova posição, time mais ofensivo, dois gols no primeiro tempo em jogo fora de casa... Mas quem levantou poeira neste domingo, no Barradão, foi o Vitória, que superou o Corinthians por 3 a 2, alcançou sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro e ainda jogou o time paulista ladeira abaixo: agora são cinco partidas consecutivas sem vencer, incluídas as eliminações no Paulistão e na Libertadores. 
E olha que quem chegou no espaço mandando no pedaço tinha sido o Corinthians, desde o comecinho da partida no Barradão. Marquinhos Gabriel perdeu uma chance claríssima após tabela de Guilherme e Elias, quando tentou dar por cobertura, mas viu Fernando Miguel fazer boa defesa. O capitão do Vitória ainda fez bonito em chute cruzado de André e cabeceio de Felipe. Depois das três defesas, o natural era o Vitória acordar. Mas não foi bem assim...
Logo aos 25 minutos do primeiro tempo, um gol de treino em Salvador. O Timão deu um laço e botou o Leão para dançar no compasso: de Giovanni Augusto para Guilherme, de Guilherme para Uendel e o gol da abertura do placar. A festa rolou por só quatro minutos, até Leandro Domingues fazer de tudo para perder a bola, mas conseguir manter ela no pé até limpar a marcação e bater no cantinho de Walter, o novo titular da meta corintiana. Tudo igual.
O Vitória sofreu. Sua marcação pelas laterais era tipo uma festa no gueto, no maior estilo "pode vir, pode chegar". E pela esquerda, o Corinthians chegou. Em jogada criada por André, Guilherme tocou curto para Giovanni Augusto cruzar na área. Enquanto André falhou, Fagner chegou como elemento surpresa e recolocou o Corinthians em vantagem. De pé em pé, parecia simples. Sorte grande!
Só que tinha o segundo tempo, e o Corinthians voltou meio dormindo. Especialmente a defesa... Aos 11 minutos, Vander venceu Felipe na correria e cruzou na área. Uendel falhou na cobertura e Marinho dominou e concluiu na saída de Walter. Apesar das reclamações corintianas de bola no braço, o árbitro Heber Roberto Lopes não viu irregularidade. Mas o empate nem durou muito tempo no placar... porque o Vitória virou! Só oito minutos depois, o Corinthians falhou feio na linha de impedimento e Kieza teve liberdade total para marcar o terceiro do Vitória no Barradão. Avisou, avisou, avisou... e a festa rolou.
Tite bem que tentou mudar a história do jogo com as entradas de Marlone, Romero e Luciano e mexidas táticas para fortalecer a construção ofensiva. Não deu. Depois de empatar sem gols com o Grêmio na primeira rodada, o Corinthians é derrotado no jogo seguinte e segue sem vencer no Brasileirão em que defende seu título. O próximo compromisso será na quinta-feira, às 11h, contra a Ponte Preta, em Itaquera.
Já o Vitória, reabilitado na goleada sofrida para o Santa Cruz na primeira rodada, visita o América-MG na próxima quarta, em Belo Horizonte.
FICHA TÉCNICA: VITÓRIA 3 X 2 CORINTHIANS
Data e hora: 22/5, às 16h.
Local: Barradão, em Salvador (BA).
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-SC)
Auxiliares: Kleber Lucio Gil (Fifa-SC) e Bruno Boschilia (Fifa-PR).
Cartões amarelos: José Welison, Diego Renan, Vander, Norberto (Vitória), Balbuena, Elias, André, Bruno Henrique (Corinthians)
Cartão vermelho: Vander (Vitória)
Público/renda: 12.417/R$ 314.847,00
GOLS: Uendel, aos 25/1º T (0-1), Leandro Domingues, aos 29/1º T (1-1), Fagner, aos 38/1ºT (1-2), Marinho, aos 11/2ºT (2-2) e Kieza, aos 19/2ºT (3-2).
VITÓRIA: Fernando Miguel; José Welison (Norberto, aos 9/2ºT), Victor Ramos, Ramon e Diego Renan; Amaral, Marcelo, Leandro Domingues (Tiago Real, aos 29/2ºT) e Marinho; Vander e Kieza (Dagoberto, aos 37/2ºT). Técnico: Vagner Mancini.
CORINTHIANS: Walter; Fagner, Felipe, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique; Marquinhos Gabriel (Marlone, aos 25/2ºT), Elias (Luciano, aos 34/2ºT), Guilherme e Giovanni Augusto (Romero, aos 30/2ºT); André. Técnico: Tite