Santa Casa de Formiga/MG, deixa de recolher encargos sociais há vários meses

A Santa Casa enviou nota explicando que o caso já está sob negociação

(Foto: Últimas Notícias)
 
A redação do Ùltimas Notícias recebeu algumas denúncias e reclamações a respeito de problemas e situações ocorridas na Santa Casa de Caridade de Formiga.
Dentre os fatos está a morte de uma mulher, de 30 anos, por falta de vaga na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), a reclamação de um membro da mesa administrativa da entidade que esteve no hospital na manhã de terça-feira (26) em busca de atendimento para a filha e teve problemas de atendimento, sendo feito um comunicado interno, para cientificar a direção. Por fim, o jornal foi informado que a Santa Casa já estava há meses em atraso com os recolhimentos relativos a FGTS, INSS e IRRF dos funcionários.
Em busca de esclarecimentos, o portal repassou as informações recebidas para a assessoria de comunicação da entidade, que respondeu a todas as questões por meio da seguinte nota: “A Santa Casa de Caridade de Formiga vem por meio desta esclarecer alguns questionamentos feitos por este jornal à instituição:
Sobre o caso da morte da paciente M. A. S. C.:
Informamos que a paciente deu entrada na Santa Casa de Formiga no dia 22 de abril, no período noturno, vinda da Hemodiálise. Ela foi internada na clínica médica, para tentar uma vaga de UTI na região, uma vez que a UTI Adulto da Santa Casa estava com lotação máxima. Após realizados alguns procedimentos, foi verificado que o estado da paciente era grave e ela foi encaminhada para a sala de urgência e emergência (sala vermelha), enquanto aguardava a vaga de UTI, onde veio a falecer no dia 23 de abril, pela manhã.
Sobre o caso da paciente M. B. C. C.:
A paciente esteve no Pronto Atendimento da Santa Casa de Formiga no dia 26 de abril, às 05h00 da manhã, relatando fraqueza e solicitando o serviço médico. A mesma foi acolhida pela equipe de enfermagem, antes mesmo de fazer a ficha de atendimento, e encaminhada para consulta médica. Ela foi atendida e liberada trinta minutos depois, com receita e orientação médica.
Sobre o recolhimento dos impostos:
A Santa Casa de Formiga esclarece que alguns impostos referentes à folha de pagamento estão sim em atraso.
O imposto de FGTS está em atraso nos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro/2015 e janeiro/2016. Para regularizar, a administração da Santa Casa pretende, a partir deste mês, pagar o imposto do mês vigente e de um mês que está em atraso, até ficar em dia com pagamento do imposto. Para o pagamento dos impostos de INSS e IRRF, foi feita uma negociação junto a Receita Federal e os débitos foram parcelados. O imposto de ISSQN foi parcelado junto à Prefeitura e está em dia”.

Fonte: Últimas Noticias