Polícia investiga vídeo de estupro publicado no Twitter

Suspeitos e vítima já foram identificados, de acordo com a Polícia Civil; página onde o vídeo foi publicado está fora do ar

O Tempo

Polícia investigar vídeo de estupro publicado no Twitter
 
A Polícia Civil do Rio de Janeiro abriu um inquérito para investigar dois homens que teriam estuprado uma mulher e publicado o vídeo do abuso sexual no Twitter. O dono do perfil que fez a publicação teve a conta suspensa pela administração do site.
O crime é investigado pelo delegado Alessandro Thiers, da Delegacia de Repressão a Crimes de Internet (DRCI) do Rio de Janeiro, que instaurou o procedimento nesta quarta-feira (25) para investigar o caso. Os suspeitos e a vítima já foram identificados, mas seus nomes não foram revelados para não atrapalhar as investigações.
O caso ganhou notoriedade na segunda-feira (23), quando o vídeo do abuso foi publicado na internet. Nas imagens, a mulher parece estar dopada e não ter consciência do que está acontecendo. No vídeo, o homem ainda xinga a vítima, dizendo que ela já tinha engravidado de vários homens e que "já estava acostumada".
Com a repercussão negativa do post, o rapaz publicou uma mensagem dizendo que "as pessoas já estão acostumadas a ver coisa pior na internet" e que ele não iria retirar o vídeo. A publicação foi denunciada por vários usuários da rede social até que a conta do suspeito foi suspensa.