MC Guimê é detido com seis cigarros de maconha após show em Nova Lima Região Metropolitana de Belo Horizonte

Segundo a polícia, cantor de funk afirmou que droga era para consumo próprio; mulher que estava na van do artista foi presa por desacato após chamar militar de "cabeção cearense" e "otário"

O Tempo

Cantor foi detido após show em Nova Lima

O cantor de funk MC Guimê, de 23 anos, foi conduzido à delegacia após ser pego com seis cigarros de maconha depois de um show em Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, na madrugada desta segunda-feira (9).
De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, a corporação recebeu denúncias informando que cerca de 400 gramas de droga estavam na van do artista. Além disso, o músico teria consumido maconha em seu camarim.
Após a apresentação, em uma casa de show às margens da MG-030, no Vale do Sereno, militares foram até o veículo. O cantor foi localizado e ofereceu sua mochila para que fosse revistada. Nesse momento que os cigarros de maconha foram encontrados. MC Guimê confirmou que a droga era sua e seria para consumo próprio.

Além do jovem de 23 anos, que ficou conhecido por cantar o "Funk Ostentação”, outras três pessoas foram detidas. Entre elas uma mulher de 23 anos que desacatou um policial. Ela teria chamado o militar de “cabeção cearense” “ridículo” “otário” e “cabeçudo”. Todos foram encaminhados à Delegacia de Plantão do Barreiro.
Guimê e sua turma foram ouvidos e liberados.

(FOTO: PM / DIVULGAÇÃO momento em que Guimê é conduzido pela polícia)

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, MC Guimê e os outros três detidos foram ouvidos pelo delegado, assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por posse de droga e foram liberados. A mulher também assinou um termo por desacato.
O grupo, quando intimado, deverá comparecer à comarca de Nova Lima. Ainda conforme a corporação, além da maconha, foram apreendidos um triturador e filtros e papéis para confecção do cigarro.
A assessoria de imprensa do MC Guimê informou à reportagem de O TEMPO que não vai comentar o caso. Questionada se a mulher que desacatou o militar trabalha para o artista, a assessoria informou que ela não faz parte da equipe.
Após ser detido, cantor agradece pelo show

  Já no início da manhã, o cantou comentou o show em seu Instagram. Segundo ele, “O show foi pesadíssimo. Diferente do que vários querem, estou firmão e trabalhando muito".