Imagens no celular denunciam fábrica ilegal de armas em Belo Horizonte

Os cunhados, de 31 e 34 anos, foram abordados no bairro Tupi, em patrulhamento de rotina; três submetralhadoras foram apreendidas em um barraco

(Fotos Polícia Militar Divulgação)

Dois homens foram presos por porte ilegal de arma na região Norte de Belo Horizonte, na noite desse sábado (7). Eles também são suspeitos de fabricar e vender armamentos.
Conforme a Polícia Militar, a dupla estava em um Prisma prata, parado em uma abordagem de rotina na rua Governador Milton Campos, bairro Tupi. Com os cunhados, de 31 e 34 anos, foram apreendidos um revólver calibre 22 e canos inoxidáveis, que levantaram suspeitas sobre mais armamentos. O condutor do veículo é inabilitado.
Nos celulares de ambos a polícia encontrou vídeos em que eles disparavam submetralhadoras nos fundos de uma casa.

Em um aglomerado do bairro Novo Aarão Reis, em um barracão em frente ao endereço deles, foram apreendidas três submetralhadoras. Aos militares, eles confessaram fabricar armas no local e vendê-las ao preço médio de R$ 4.000.
Ainda segundo a polícia, os suspeitos têm antecedentes criminais. Não há informações sobre o envolvimento de outras pessoas no crime.
A ocorrência foi encaminhada para a Central de Flagrantes 1.