Homem se envolve em acidente de trânsito em Formiga e acaba preso por porte ilegal de arma



No último sábado (7), policiais militares de Formiga, durante o atendimento de uma ocorrência de transito com vítima, um dos condutores, um homem de 32 anos, relatou que conduzia seu veículo um Fiat Strada, pela avenida Brasil, no sentido Mangabeiras ao bairro Ouro Negro. 
 (Foto Polícia Militar Divulgação)

Que ao iniciar uma manobra de conversão para a esquerda, para acessar a Rua Alfredo Auxiliador Costa, outro veículo, uma motocicleta Honda CG Fan 150, veio a colidir com a traseira de seu veículo. Que depois do acidente, ele desceu de seu veículo, acionando o Corpo de Bombeiro Militar. Este condutor da Fiat Strada disse que antes de iniciar a referida conversão, ele havia acionado a luz de direção do lado esquerdo de seu veículo; indicando a sua intenção de iniciar a manobra de conversão.
O motociclista, um senhor de 50 anos, este confirmou a versão do condutor do Fiat Strada e disse também que não estava conduzindo a sua moto em alta velocidade; que não havia percebido quando o Fiat Strada iria iniciar uma manobra de conversão para o lado esquerdo, acrescentando que ele havia acionado o sistema de freio de sua moto, mas que ela não havia conseguido parar, vindo a colidir contra a traseira do veículo. O condutor da motocicleta estava muito nervoso, o que causou estranheza nos militares que suspeitaram dele e o submeteram a uma busca pessoal.
Durante a busca pessoal, os militares encontraram e apreenderam por isso, foi dada busca pessoal nele, onde os militares localizaram um revólver da marca Rossi, calibre 22, com 07 projeteis do mesmo calibre intactos.
Ao final, o homem foi preso por porte ilegal de arma de fogo, porém ele não foi conduzido para Delegacia uma vez que ele foi levado para a Unidade de Atendimento Médico Municipal, devido a suspeição de fratura na perna, onde permaneceu internado em observação. A motocicleta não estava devidamente licenciada, motivo pelo qual ela foi apreendida e removida para o Pátio de Socorro Retina. Quanto ao condutor do Fiat Strada, ele foi liberado no local uma vez que nada de anormal havia com ele e nem com o veículo. A perícia não compareceu no local. A arma de fogo apreendida e as respectivas munições foram repassados ao agente de polícia de plantão.