Assaltantes armados e encapuzados explodem caixa eletrônico de agência bancária em Maravilhas/MG

Após receber solicitações via 190 relatando que uma agência, localizada na rua Pitangui, em Maravilhas, estava sendo alvo de explosões em caixa eletrônico na madrugada deste domingo (8), militares se deslocaram para o local, constatando que grande parte da agência bancária estava danificada.
 
Uma testemunha informou que ao escutar barulho de objeto metálico em frente a sua residência, decidiu olhar pela abertura de uma das janelas de sua casa e percebeu que haviam cinco indivíduos encapuzados, todos portando armas portáteis e vestidos com blusas de manga longa.

Disse também que o veículo utilizado por eles, de cor escura, estava estacionado um pouco mais a frente do banco, em frente a um estabelecimento comercial. Após forçarem com uma alavanca de ferro as aberturas por onde saem as notas, de dois dos caixas eletrônicos instalados na agência, os autores colocaram um explosivo em um dos caixas e se afastaram.

Após a explosão os autores perceberam que não conseguiram acessar o compartimento onde fica armazenado o dinheiro e então fizeram outra explosão no mesmo caixa, contudo, eles disseram que não conseguiram nenhum dinheiro e em seguida entrarem no veículo e fugiram sentido a uma siderúrgica.

Dentro da agência bancária os militares constataram a existência de três caixas eletrônicos, sendo que explosivos foram colocados em apenas um deles. Devido à explosão vários vidros, móveis, os três caixas eletrônicos, o forro do teto da agência, o telhado e vários equipamentos foram danificados. Os gerentes da agência estiveram no local e disponibilizaram as imagens gravadas da ação criminosa.

Os militares perceberam que eram cinco infratores com armas portáteis de calibre não identificado e que o veículo utilizado por eles era um Citroen/C3, preto. Mais tarde, os militares foram solicitados via 190 pelo funcionário de uma fazenda, informando que havia um carro abandonado naquela propriedade.

Tratava-se do Citroen/C3, preto, placas HMY-2523, utilizado pelos autores das explosões na agência bancária, abandonado. Durante consulta ao Sistema Integrado de Defesa Social os militares comprovaram que o veículo era produto de roubo em Belo Horizonte, registrado no sábado (7).

Dentro do Citroen estava o CRLV, exercício 2015, e no banco traseiro, uma bolsa contendo duas lanternas, um cartucho calibre .12, intacto, e uma máscara de gás.A Perícia Técnica da Polícia Civil esteve na fazenda realizando o trabalho no veículo em busca de pistas para identificar os marginais. Em seguida o veículo foi removido para um pátio credenciado e a bolsa com os objetos e o CRLV foram apreendidos.


Fonte: Rádio Santa Cruz