Após uma tentativa de homicídio que resultou em três pessoas baleadas em Divinópolis, Polícia Militar prende autor do crime


(Fotos Polícia Militar/Divulgação)

Acionados pelo copom neste domingo (30), policiais militares compareceram a rua Antonio Olímpio de Oliveira bairro Ponte Funda em Divinópolis, onde segundo versão dos funcionários da UPA, (unidade de pronto atendimento) Padre Roberto Cordeiro, deram entrada na referida unidade duas pessoas baleadas. Imediatamente os militares deslocaram no local, e segundo versão da testemunha, estava deitada no seu quarto juntamente com seu filho menor de 2 anos, quando repentinamente a vítima maior de 19 anos que é seu primo adentrou no seu quarto correndo e tentando esconder debaixo da cama, logo após invadiu seu quarto um indivíduo de cor branca, trajando moletom azul, calça jeans, capacete preto, botina de cor bege, de arma em punho efetuando vários disparos de arma de fogo contra seu primo, e alguns disparos acertaram seu filho. Após os disparos o autor evadiu da residência, tomando rumo ignorado. A testemunha, não soube informar qual era o veículo utilizado pelo autor. Segundo versão da testemunha, enquanto socorria as vítimas, seu primo lhe disse que quem tentou lhe matar foi o indivíduo conhecido por Branquelo/Rato do bairro Maria Helena. A vítima foi atendida na UPA, sendo diagnosticado uma perfuração por arma de fogo no tórax posterior lado esquerdo; a vítima menor foi atendida na mesma unidade, sendo diagnosticado quatro perfurações por arma de fogo, sendo uma perfuração em cada perna, uma perfuração no braço direito, e uma perfuração na nádega, pelo médico de plantão. Durante rastreamento com o intuito de localizar o autor, o mesmo foi localizado pela Polícia Militar na rua Topázio com rua do Chumbo, no bairro Niterói, sendo abordado e preso em flagrante delito, sendo cientificado de seus direitos constitucionais e conduzido até a Delegacia de Polícia Civil. Foram realizadas busca na residência do autor Washington, sendo localizado dois capacetes, um de cor preta e outro de cor cinza e um par de botina de cor bege. Segundo versão do autor Washington, no dia 23/05/2016 (segunda-feira) houve uma discussão entre ele e a vítima; onde a vítima lhe agrediu com capacetadas, causando escoriações no dedo médio da mão direita, porem nesta data dia 30/05/2016 não tentou matar a vítima; o autor Washington apresentava também várias escoriações nos antebraços, porem segundo ele tais ferimentos é proveniente de capim que corta e carrega nos braços para tratar de seus cavalos. Segundo versão de populares que não quiseram se identificar os autores estavam em uma motocicleta de grande porte, de cor preta e branca, não sabendo informar marca e nem placa, e utilizavam capacetes preto e cinza. Foi realizado uma busca na casa da vítima, sendo localizado na gaveta do guarda-roupas do seu quarto, um rádio transmissor na mesma frequência da polícia militar, sendo apreendido e segue junto ao boletim de ocorrência. 

Fonte: PMMG