América vence Atlético por 2 a 1, com mais um show de João Ricardo

Hoje em Dia
 
 
Danilo (D) foi o autor dos dois gols do Coelho na vitória sobre o Galo
O América venceu o primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro por 2 a 1 e reduziu a vantagem que de dois empatates a favor do Atlético. Num jogo de poucas faltas anotadas, tanto que o primeiro cartão amarelo do jogo saiu aos 22 minutos do segundo tempo, num carrinho de Leandro Guerreiro em Robinho, o Coelho mostrou mais equilíbrio que o Galo. O mérito foi de Danilo que marcou os dois gols do América e o goleiro João Ricardo que mais uma vez teve excelente atuação. 
O América começou o jogo dominando a posse de bola, mas rapidamente o Atlético passou a mandar no jogo. Mas o cenário mudou aos 30 minutos do primeiro tempo quando Danilo abriu o marcador. A partir daí, o time de Diego Aguirre perdeu a concentração, dando espaço para o time de Givanildo Oliveira mandar na partida. Com Robinho jogando pelo meio e Clayton pouco inspirado, poucas foram as oportunidades no primeiro tempo.
Na volta do intervalo, o Atlético retornou com Lucas Pratto em campo, no lugar de Patric, para reforçar o ataque e Clayton foi substituído por Cazares, permitindo que Robinho jogasse mais à frente. Mas num apagão da defesa atleticana, culpa de Marcos Rocha, Danilo livre na esquerda ampliou o marcador.
As mudanças de Aguirre deram resultado e o Atlético ficou mais ofensivo. Robinho passou a criar mais com Hyuri à frente. O meia recebeu ótimas bolas do "Menino da Vila", mas o goleiro João Ricardo estava em mais uma tarde de inspiração, tendo defendido cobrança de pênalti de Robinho no minuto final do tempo regulamentar. O gol do Galo saiu no último minuto de jogo, anulando a vantagem de derrota por um gol de diferença do Coelho, no jogo de volta, no domingo (8) no Mineirão.

Primeiro tempo
No primeiro tempo o Atlético dominou a partida até os 33 minutos, quando saiu o primeiro gol da partida, dos pés de Danilo, que entrou no lugar de Tiago Luis. Do lado do Coelho, Bryan e Rafael Bastos fizeram um ótimo primeiro tempo. Já do lado alvinegro quase não se ouviu os nomes de Clayton e Robinho, que tiveram participação apagada na etapa inicial. Apesar da tensão de uma final, o jogo correu tranquilo com poucas faltas e nenhuma cartão aplicado. 
Susto
Aos 15 minutos, Tiago Luis, queixou de tontura. Minutos depois acenou que se sentia mal e foi substituído por Danilo. O atacante foi levado para a ambulância para receber atendimento médico. Lembrando que o camisa 10 americano, sofreu uma pancada na cabeça durante a partida contra o Red Bull, na quinta-feira (28) pela Copa do Brasil. O jogador foi levado para o hospital.
Na sequência, Marchos Rocha fez bom lançamento para Hyuri, que não conseguiu chegar na bola, esta que morreu mansa nos braços de João Ricardo.O primeiro lance de perigo para Victor, veio aos 20 minutos, com chute cruzado de Claudinei. Victor espalma para linha de fundo.
O Atlético marcou bem a saída de bola do América, mas desperdiçou muitas oportunidades insistindo em lançar bolas altas para Clayton, que sempre era superado pela zaga americana. Aos 30 minutos, Hyuri cruza para Clayton que ajeita para Patric na frente do gol, mas o caricato ídolo alvinegro bate mal e bola sai para fora.
Desde a saída de Tiago Luis, o América não conseguiu se posicionar no meio de campo, abrindo espaço para o Atlético armar jogadas e chegar à meta americana com facilidade. Mas a substituição foi válida, Danilo recebeu cruzamento de Rafael Bastos e limpou toda a zaga atleticana batendo firme sem dar chances para Victor, aos 33 minutos da etapa inicial.
O gol assustou o Gale e fez com que o América crescesse no jogo. Aos 37 minutos Rafael Bastos "entorta" Marcos Rocha e cruza para Bryan que bate rasteiro. Victor defende com os pés, cedento o escanteio. já nos acréscimos, Osman solta um míssel na direção de Victor, que mais uma vez espalma para linha de fundo.

Segundo tempo
Na etapa complementar o América retornou com o mesmo time, já o Atlético vei com modificações. Aguirre sacou Patric e colocou Lucas Pratto para reforçar o setor ofensivo. O Coelho continou ocupando o setor defensivo do Atlético, com Danilo subindo pela esquerda, sem marcação, que deveria ser responsabilidade de Marcos Rocha.
Aos cinco minutos. Novamente Danilo, sozinho, bate cruzado e ampliar o marcador para o Coelho. Imediatamente, Aguirre tirou Clayton, que fez uma partida ruim e colocou Cazares para reforçar o meio de campo e permitir que Robinho e Pratto pudessem subir para o ataque. 
Depois do segundo gol, o América deu uma esfriada, permitindo que o Atlético ocupasse mais espaço, com Pratto à frente. Mesmo assim, sem levar perigo para João Ricardo. A situação do Galo complicou por volta dos 18 minutos, quando Douglas Santos caiu de mal jeito e se queixou de dor na perna direita. O jogador acabou sendo substituído por Carlos Cesar, queimando a útima alteração de Aguirre.
O Atlético continuou pressionando na grande área do América. Pratto recebeu cruzamento de Hyuri e bateu para o gol, mas a João Ricardo defendeu novamente. Na sequência, Hyuri recebeu lançamento raseteiro de Robinho que quase terminou em gol.
Aos 25 minutos, Robinho cruza para Hyuri que bate de cabeça. João Ricardo se esteica todo para defender. Aos 36 Pratto cruza de cabeça para Hyuri, que perde mais uma oportunidade. Minutos depois Robinho lança para Marcos Rocha em profundidade que tocar dentro da pequena área para Pratto, mas Sueliton antecipa e tira o perigo da meta do Coelho. 
Aos 44 minutos, Carlos César cortou na grande área e Leandro Guerreiro tirou com as mãos. O árbitro marcou pênalti, Robinho cobrou, mas João Ricardo defendeu de forma exemplar e ratificando seu ótimo momento. No finalzinho do jogo, aos 48 minutos, Lucas Pratto pega a sobra e bate forte diminuíndo a diferença.

FICHA DO JOGO
AMÉRICA: João Ricardo; Pablo (Arthur), Alison, Sueliton e Bryan; Leandro Guerreiro, Claudinei, Osman e Borges, Rafael Bastos (Ernandes) e Tiago Luis (Danilo)  TÉCNICO: Givanildo Oliveira
ATLÉTICO: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Erazo e Douglas Santos (Carlos César); Rafael Carioca, Leandro Donizete, Hyuri e Patric (Lucas Pratto), Robinho e Clayton (Cazares) TÉCNICO: Diego Aguirre
GOLS: Danilo (América) aos 34 minutos do primeiro tempo e aos 5 minutos da etapa complementar; Lucas Pratto (Atlético) aos 48 minutos do segundo tempo
CARTÕES AMARELOS: Leandro Guerreiro (América)
ABRITRAGEM: Felipe Fernandes de Lima, auxiliado por Ricardo Júnio de Souza e Magno Arantes Lira
LOCAL: Estádio Independência
PUBLICO E RENDA: Não informado