América empata com Vitória e não consegue sair da zona de rebaixamento

Hoje em Dia
 
O primeiro ponto do América no Campeonato Brasileiro foi conquistado no empate com o Vitória, no Independência. O Coelho vencia o jogo com um gol de Vitor Rangel e tinha um jogador a mais que o Vitória, mas acabou levando o empate em uma falha do goleiro João Ricardo.
O placar foi suficiente para tirar o time da lanterna do campeonato, mas insuficiente para tirá-lo da zona de rebaixamento. O time baiano tem quatro pontos somados e ocupa a 14ª colocação.
A partida, válida pela terceira rodada do Brasileirão começou muito truncada e sem muitas finalizações. A etapa complementar foi mais movimentada e com mais criações do Coelho, que abriu o placar aos 28 minutos do segundo tempo. O empate veio com um gol de Kieza, que em quatro jogos marcou quatro gols pelo Vitória. O destaque do América foi o atacante Victor Rangel.
Agora o América foca no clássico de sábado (28), contra o Cruzeiro, às 16h no Mineirão para tentar a recuperação. 
O jogo 
O primeiro tempo foi equilibrado, mas sem muita movimentação. O América teve poucas chances de gol. A melhor delas, aos 28 minutos, começou com uma jogada do lateral-direito Hélder que cruzou para a área, deixando a bola limpa para Victor Rangel, que chutou para fora, desperdiçando uma oportunidade incrível.
Ao final da primeira etapa, mais uma boa chance não foi aproveitada pelo Coelho - o meia Guilherme Xavier chutou em cima do goleiro adversário. Já o Vitória, sequer chegou a finalizar na primeira etapa. 
Se nos 45 minutos iniciais faltaram gols, sobraram cartões: dois para cada lado. O primeiro do jogo, aos 13 minutos, saiu em punição a Rafael Bastos, do América, após carrinho em Leandro Domingues. Os outros três, vieram em sequência. Hélder aos 36 minutos, e os jogadores do Vitória, Victor Ramos aos 37' e Norberto aos 39'.
As substituições, uma de cada time, foram forçadas por lesões. Givanildo colocou o zagueiro Artur no lugar de Alisson, que deixou o campo mancando. Do lado do Vitória, Tiago Real também se machucou e foi substituído por Dagoberto. 
Para a etapa final, o Vitória voltou mais ofensivo, mas representou pouca ameaça para o gol americano. A melhor chance dos baianos foi desperdiçada por Marinho, que após limpar o lance perdeu a bola para João Ricardo. Já o América, mesmo com as dificuldades de criação, foi mais eficiente.
O lance mais absurdo do segundo tempo também ficou do lado do Coelho. O atacante americano Rafael Bastos exagerou ao tentar driblar o goleiro Fernando Miguel e perdeu uma chance clara. Mas o clube mineiro conseguiu abrir o placar com uma boa jogada de Victor Rangel, que chutou de fora da área, aos 28 minutos, para abrir o placar. 
O jogo poderia ter ficado mais fácil para o América quando aos 29 minutos do segundo tempo, logo após o gol de Victor Rangel, o lateral-direito Norberto, do Vitória, foi expulso.
O Coelho até teve boas chances de ampliar o placar, mas em uma falha geral da defesa, acabou levando o empate aos 39 minutos. O meia Alípio ganhou a dividida e, caído, deu o passe para Kieza, que dividiu a bola com João Ricardo e acabou levando a melhor.
Já nos acréscimos, Victor Rangel teve outra boa chance quando em uma arrancada ficou cara a cara com o goleiro Fernando Miguel, que fez um milagre e evitou a virada americana. 
Ficha técnica:
AMÉRICA 1
João Ricardo; Hélder, Alison (Artur), Sueliton e Danilo Barcelos; Leandro Guerreiro, Claudinei, Guilherme Xavier e Rafael Bastos; Victor Rangel e Tiago Luis. Técnico: Givanildo Oliveira.

VITÓRIA 1
Fernando Miguel; Norberto, Victor Ramos, Ramon e Diego Renan; Amaral, Willian Farias, Leandro Domingues (Euller) e Tiago Real (Dagoberto); Marinho (Alípio) e Kieza. Técnico: Vagner Mancini.

GOLS: Victor Rangel (América) e Kieza (Vitória)
ARBITRAGEM: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE), auxiliado por Clóvis Amaral da Silva (PE) e Cleberson Nascimento Leite (PE).
CARTÕES AMARELOS: Rafael Bastos, Hélder, Tiago Luís (América); Victor Ramos, Norberto (Vitória)
CARTÃO VERMELHO: Norberto (Vitória)