"Acidente aéreo" Sepultamento de empresário e filho aconteceu às 15h deste domingo (1), em Itaúna/MG

Os corpos foram velados no Cemitério Central da cidade a partir das 11: 30h deste domingo, conforme informou a rádio Santana FM.

 Aeronave caiu no Lago de Furnas, em Guapé, no Sul de Minas, nesse sábado (30)

Os corpos do empresário Helênio Antônio Lara, de 65 anos, e do seu filho Samuel Henrique Campos Freiras Lara, de 17,que morreram ontem em acidente no monomotor que caiu no Lago de Furnas, em Guapé, no Sul de Minas, foram sepultados às 15h, no Cemitério Central de Itaúna, na região Central de Minas. Desde às 11h30, corpos estavam sendo velados por familiares e amigos, no mesmo local. A informação foi passada pela rádio Santana FM, de Itaúna, local em que Lara era diretor-presidente.
O acidente aconteceu nesse sábado (30). Testemunhas contaram ao Corpo de Bombeiros que o empresário - quem pilotava a aeronave- teria tentado pousar sobre o Lago de Furnas, mas não conseguiu fazer a manobra e o monomotor acabou afundando. Segundo a Corporação, os dois corpos foram retirados da água ainda nesse sábado.
Como Guapé não conta com uma unidade dos bombeiros, o resgate foi feito por militares do 9º Batalhão dos Bombeiros de Varginha, cidade que está há duas horas de distância. As vítimas foram encontradas submersas e presas a aeronave.
Segundo informações da Polícia Militar de Guapé, os corpos das vítimas foram periciados e liberados para a família. Ainda não se sabe as causas do acidente.